Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » EITA!

Andrés Sanchez diz que merecia impeachment por contratação feita no Corinthians e dispara: "Não me arrependo"

Presidente está de saída do cargo e fez um balanço da sua gestão até aqui

Redação Publicado em 23/12/2020, às 16h43

Andrés Sanchez diz que merecia impeachment por contratação feita no Corinthians e dispara
Andrés Sanchez diz que merecia impeachment por contratação feita no Corinthians e dispara - Rodrigo Coca/Corinthians

Próximo de deixar a cadeira de presidente do Corinthians no dia 3 de janeiro, Andrés Sanchez fez um certo balanço do período em que comandou o time Alvinegro. Em entrevista exclusiva realizada para o site "Globo Esporte", o mandatário deu declarações fortes.

A contratação do meia Franzinho, aos 27 anos, pela categoria Sub-23 do Timão era motivo suficiente para o impeachment de Andrés e quem afirma isso foi o próprio presidente do clube.

Na conversa, Andrés Sanchez admitiu que o negócio realizado em 2019 foi um dos principais erros de seu mandato, que acaba no próximo dia 3.

"Merecia o impeachment. Não queriam me dar um impeachment para cima e para baixo? Esse era um motivo. Lógico que era. Como o presidente contrata um jogador com 27 anos para o sub-23? Faz contrato, paga salário. Tinha que ter impeachment. Mas eles achavam que impeachment era o déficit do balanço", disse em tom de ironia.

O presidente ainda alega que contratou Franzinho atendendo a pedidos de amigos e de FranPapaiordanou, conselheiro do Corinthians e pai do atleta. Apesar do favor, Papaiordanou acabou apoiando Mario Gobbi, candidato de oposição na última eleição do clube, em novembro.

"Ele (Franzinho) sempre esteve na base no Corinthians. No começo era só para treinar (no sub-23). Depois o pai pressionou para ter contrato, depois pressionou para ter salário, depois para ser titular. Aí passou do limite", disse antes de completar.

"Eu sabia. Não me arrependo, pelo garoto, jamais. Eu sabia que seria criticado, faz parte do processo, nem sempre dá para fazer do jeito que você acha que tem que fazer. Às vezes tem que ceder em algumas coisas. E não foi por causa do Fran, foi por amigos em comum, e eu cedi à pressão. Assumo totalmente a responsabilidade", contou.

Mesmo reconhecendo este erro, Andrésdefende a criação da categoria Sub-23. Ela é alvo de críticas de parte da torcida por não revelar atletas para o elenco profissional e por ter realizado dezenas de contratações nos últimos dois anos.

"Eu fiz o sub-23 com consciência. Lógico que no segundo ano foi diferente. Muito jogador não comprou a ideia do sub-23. Tinha jogador do Corinthians que estourava a idade da base e preferia ir para o Oeste, para o Joinville, para o raio que os parta e não para o sub-23. Hoje o jogador do Corinthians que estoura a idade entende que o sub-23 é o caminho dele para o profissional. Perdemos muito jogador (no passado) por não ter o sub-23. Everton Ribeiro, Weverton, Antonio Carlos, um monte de jogador que não jogava no profissional, não podia jogar no sub-20 e ficava lá treinando dois meses, cinco meses, dez meses, um ano", explicou.

Duílio Monteiro Alves, que assumirá o comando do clube em 4 de janeiro de 2021, promete manter a equipe para a próxima temporada, com melhorias.


 
 
 
 
 
 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!