Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

América Mineiro: Lisca detona vantagem do Atlético-MG e questiona FMF

Treinador do América Mineiro, Lisca se revoltou com vantagem do Atlético-MG e atitudes da FMF

Redação Publicado em 17/05/2021, às 14h47 - Atualizado às 15h43

Lisca, do América Mineiro, alfinetou FMF e também o Atlético-MG - Mourão Panda / América
Lisca, do América Mineiro, alfinetou FMF e também o Atlético-MG - Mourão Panda / América

No último domingo, 16, numa partida repleta de polêmicas, América Mineiro e Atlético-MG se enfrentaram pelo jogo de ida da final do campeonato estadual. Depois do empate de 0 a 0, em entrevista coletiva, Lisca perdeu a paciência com a FMF (Federação Mineira de Futebol) e também com a vantagem que, segundo o treinador, o Galo teve durante toda a competição. 

A revolta do comandante do América Mineiro se deu pelo fato do Atlético-MG ter feito mais jogos dentro de sua casa e conseguido, desta maneira, ter ficado em primeiro na fase de grupos. Com isso, o Galo fez a melhor campanha e ganhou o direito de apenas empatar a segunda partida para levar o título do estadual para casa. 

"Um time que tem essa vantagem, mas um time que jogou só duas vezes fora de casa, óbvio que eles teriam que ter a vantagem. Eu nunca vi disso em campeonato nenhum Estadual, do Oiapoque ao Chuí, eu nunca vi um time jogar só duas vezes fora de casa em 11 rodadas. Aí agora eles têm a vantagem no jogo final", afirmou. 

Lisca ainda seguiu sua reclamação e questionou a FMF: "E agora, Federação Mineira? E essas todas inversões de mandos que vocês fizeram? Cadê a credibilidade do campeonato? É a pergunta que eu deixo no ar. Eles têm uma vantagem, mas eles jogaram um campeonato citadino, nós jogamos um campeonato estadual.

O treinador do América Mineiro seguiu questionando a Federação Mineira de Futebol e contou que esse tipo de "vantagem" acabe em algum momento: "E agora, gente? Espero que isso termine no futebol mineiro, porque isso não existe em lugar nenhum do Brasil. Nunca ninguém viu isso que acontece aqui em Minas Gerais". 

ATLÉTICO-MG SAIU DA FINAL COM RECLAMAÇÕES!

Atlético-MG e América Mineiro fizeram uma final quente no último domingo, 16, mas acabaram ficando no 0 a 0 na partida de ida. Com direito a expulsão e dirigentes do Galo perdendo a paciência com Wanderson Alves de Souza, Rodrigo Caetano abriu o jogo sobre a revolta da diretoria atleticana com as decisões do árbitro da partida.

"Não dizemos que não vencemos o jogo por conta do árbitro. Longe disso. São coisas distintas. Entendemos que no momento que ficamos com um homem a menos (expulsão de Allan), ele mudou o critério de arbitragem de forma evidente. Quando estava onze contra onze, não se viu dele o desejo de acelerar a partida, como foi depois", começou falando em entrevista à "Rádio 98 FM".

Ele ainda seguiu colocando seu ponto de vista em relação a arbitragem da partida entre Atlético-MG e América Mineiro: "Vários jogadores amarelados, o América não teve cartão amarelo. A expulsão é justa. A forma, o rigor, invertendo faltas, e no último lance, tínhamos tempo de tentar o último ataque, ele encerrou a partida". 

Rodrigo Caetano também expressou sua chateação com a maneira como a final do Campeonato Mineiro foi conduzida e contou que espera por uma decisão positiva, por parte da Federação Mineira de Futebol, na escolha do próximo árbitro para a partida de volta, que ocorre sábado, 22, às 16h30. 

"Lamentamos, mas entendemos que são seres humanos. O que diz respeito ao futuro, queremos arbitragem de nível melhor, mas a comissão de arbitragem da federação vai saber escolher quem irá apitar o próximo clássico e o Atlético irá acatar", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!