Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / TENSO!

América-MG: atrito entre Cavichioli e Jailson é desmascarado

Matheus Cavichioli e Jailson não tiveram uma grande relação desde a chegada do ex-Palmeiras ao América-MG, porém o atrito entre as partes era antigo; confira!

Redação Publicado em 04/08/2022, às 14h02

Jailson teve problemas como Cavichioli antes mesmo de sua chegada ao América-MG - GettyImages
Jailson teve problemas como Cavichioli antes mesmo de sua chegada ao América-MG - GettyImages

O América-MG viveu um ambiente de tensão entre Jailson e Matheus Cavichioli. O goleiro, que foi campeão pelo Palmeiras, deixou o clube no último mês de julho e sua saída levantou certa polêmica. O jogador era titular absoluto do Coelho durante o período em que o seu companheiro de clube estava lesionado. Depois de se recuperar, o antigo titular voltou a ser escolhido por Vagner Mancini para assumir a meta rubro-verde.

Com essa atitude, Jailson deixou claro que o ambiente para ele já não era mais o mesmo. De acordo com informações do site "Globo Esporte", que conversou com o goleiro, a relação entre os dois não era das melhores. Ambos possuíam uma grande rivalidade e existia um certo "ciúme", por parte de Cavichioli, com a proximidade entre o seu agente e o, na época, titular da meta do América-MG.  

Vale destacar que Jailson só aceitou jogar pelo América-MG, pois Cavichioli estava lesionado na época. Mas a relação entre os dois não era das melhores antes mesmo de sua chegada a Belo Horizonte. Matheus, por sinal, chegou a trocar de empresário devido ao atrito com o ex-titular do Palmeiras. Em entrevista ao "GE", o ex-Coelho falou sobre a polêmica. 

Aconteceu que tinha um cara muito ciumento. Chegou um cara muito vitorioso, e ele ficou de biquinho, um cara que era leva e traz na imprensa. Um cara que, nos dias de hoje, pesando 130 kg, não se cuida, e eu sou um cara que me cuido bastante, aos 41 anos", afirmou Jailson em entrevista ao "GE". O goleiro não parou por aí e seguiu a falar sobre a sua saída do América-MG.

De acordo com ele, os episódios de ciúmes vinham acontecendo desde o início de sua passagem pelo Coelho. O goleiro destacou que avisou a todos que o clima estava ficando insustentável até que chegou o momento de anunciar a rescisão contratual: "Minha saída não foi sem pensar. Eu avisei uma, duas, três vezes: "se acontecer as coisas que tão acontecendo, eu vou pegar minhas coisas e vou embora".

"Eu não vou dar nome, porque esse cara não ganhou nada no futebol. Não tem história. A história que ele tem é uma história ruim, não adianta nem falar o nome. Vocês sabem muito bem que é. Eu cheguei no América e já me falaram, já sabia do histórico. Um cara que ficava abrindo conversa e levando pra diretoria", contou em entrevista para o podcast do "GE".

"Um cara ruim de grupo. Um cara que não ganhou nada. Felizmente a vida deu mais uma chance pra ele, de estar vivo, de aproveitar a família, mas o cara procura ir pro lado ruim e também quero deixar bem claro que o grupo do América é sensacional. Eu saí e todos os jogadores postaram um agradecimento, o presidente, todo mundo tinha um carinho muito grande pela minha pessoa", finalizou.

Jailson, goleiro
Jailson, acumulou passagens pelo Palmeiras e também pelo América-MG (Crédito: GettyImages)

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!