Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / EITA!

Algoz do Brasil no 7 a 1, ex-Alemanha quer o lugar deixado por Tite

Algoz do Brasil na Copa do Mundo de 2014, quando a Alemanha aplicou uma goleada de 7 a 1 no Mineirão, tem o interesse de assumir o lugar deixado por Tite

Redação Publicado em 15/03/2023, às 11h14

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Joachim Löw, algoz do Brasil na Copa do Mundo de 2014, quer assumir o posto deixado por Tite - GettyImages
Joachim Löw, algoz do Brasil na Copa do Mundo de 2014, quer assumir o posto deixado por Tite - GettyImages

Joachim Löw, algoz do Brasil no 7 a 1, deixou a Alemanha em 2021 e agora quer assumir o lugar deixado por Tite após a Copa do Mundo de 2022. A informação de que o treinador estaria interessado em assumir a Seleção Brasileira foi divulgada por um dos principais jornais esportivos alemães, o "Bild". Segundo a publicação, o técnico não hesitaria em aceitar um possível convite da CBF. 

Desempregado desde a última Eurocopa, Joachim Löw deu uma breve pausa em sua carreira, mas já pensa em voltar a ação. Sem interesse de assumir clube, o treinador alemão tem o sonho de seguir a sua carreira como técnico de seleções, e o Brasil seria a sua principal meta. Por isso, o "Bild" divulgou que o interesse do ex-comandante da Alemanha é latente e pode ser uma possibilidade para a Confederação Brasileira de Futebol. 

Vale destacar que, na contramão do que foi informado pelo "Bild", no Brasil se fala muito no nome de Carlo Ancelotti. O treinador do Real Madrid seria a primeira opção para assumir o cargo deixado por Tite ao final da Copa do Mundo de 2022. A expectativa é de que um nome seja anunciado até o início das Eliminatórias para o mundial de 2026. 

Para quem não se lembrar, Joachim Löw estava no comando da seleção alemã na goleada histórica sofrida pelo Brasil na Copa do Mundo de 2014. Ele foi um dos principais responsáveis pela reconstrução do futebol da Alemanha e também pela conquista daquele mundial que ficou marcado como um dos maiores vexames da história do esporte nacional e que é lembrado até os dias de hoje. 

Joachim Löw
Joachim Löw se despediu da Alemanha em 2021, após o fracasso da equipe na Eurocopa (Crédito: GettyImages) 

Presidente da CBF vai atrás de um técnico para a Seleção Brasileira na Europa!

Ednaldo Rodrigues, o presidente da CBF, já tem uma viagem marcada para a Europa, no início de abril. Pela agenda divulgada, a Finalíssima Feminina, entre Brasil e Inglaterra, em confronto entre as campeãs americanas e europeias, acontecerá no dia 9. Então, na data em discussão o dirigente estará no velho continente.

No entanto, a expectativa é que Ednaldo se antecipe e, antes mesmo da data da decisão, já desembarque na Europa para resolver algumas pendências anteriores. A principal intenção da viagem antecipada é se reunir com os treinadores que são alvos da CBF para assumir a Seleção Brasileira. Até o momento, o nome preferido é Carlo Ancelotti, do Real Madrid.