Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » INJUSTIÇADO?

Alex comenta sobre falta de chances na Seleção Brasileira e dispara: "Vejo jogadores que jogaram Copa do Mundo com um terço dos meus jogos"

O meio-campista não foi convocado para as Copas de 2002 e de 2006, sendo considerado um "injustiçado" por grande parte do público

Marcello Sapio Publicado em 05/05/2020, às 17h50

Alex comenta sobre falta de chances na Seleção
Alex comenta sobre falta de chances na Seleção - Divulgação / Instagram

Alex foi um dos principais jogadores do Brasil da década de 90 e do começo do século. Um clássico camisa 10, fez sucesso em diversos times, como Palmeiras, Cruzeiro e é ídolo no Fenerbahçe.

Com essa carreira vitoriosa, Alex também teve passagens marcantes pela Seleção, participando das campanhas da Copa das Confederações em 2005 e também da Copa América, em 2004. Porém, o meio-campista nunca disputou uma Copa do Mundo.

Esse fator faz com que grande parte da mídia e torcida colocarem o título de "injustiçado", pelo alto nível técnico apresentado. Alez foi cotado para disputar as Copas de 2002 - vencida pela Seleção - e a de 2006.

Em uma live, pelo Instagram, o ex-jogador, que está nos estudos para se tornar treinador, comentou sobre o "tabu": "Participei de tudo. Joguei todas as eliminatórias. Copa América, Confederações, Pré-Olímpico, Amistosos. Vejo jogadores que jogaram Copa do Mundo com um terço dos meus jogos na seleção. Tem gente que diz que não joguei no mesmo nível em clube e seleção, mas entrava muito no segundo tempo. Fui o cara da seleção só com Luxemburgo"

Ele ainda relembrou, essa para o portal UOL, que, em 2003, quando foi destaque na campanha da tríplice coroa do Cruzeiro e a quebra das expectativa ao ser reserva na Seleção Brasileira: "Em 2003 ninguém jogava o que estava jogando. Sai de Belo Horizonte no dia 13 de junho, uma manhã depois de vencer a Copa do Brasil. Participei de todos os gols do Cruzeiro na final. Estava pensando em ser titular, jogando muito, tudo dava certo. Quando cheguei em Paris, para jogar a Copa dos Confederações, o Parreira me colocou no banco"

"Parreira disse: 'vou utilizar o entrosamento entre Gil, Kléber e Ricardinho'. Eu sobrei. Na função era o melhor do momento, mas jogou o Ricardinho. Joguei bem contra os EUA, sai substituído, mas satisfeito. Entro no segundo tempo contra a Turquia, vou bem, faço gol, por coerência quem deveria jogar seria eu, mas escolheu outros por preferências", completou.

Depois de toda essa desavença, ele foi para a Turquia, onde se sagrou ídolo do Fenerbahçe, rendendo até uma estátua em frente ao estádio.


Itens que todo fanático pela Seleção Brasileira vai amar ter

Clique nos links abaixo para comprar os produtos:

1. Álbum de Figurinhas Seleção Brasileira Rússia 2018. A Maior Campeã de Todos os Tempos (+ 10 Envelopes) 

2. Copo Chuteira 370 Ml Jogador Cbf Globimport Transparente 

3. Camiseta Nike Brasil Torcedor Réplica 18/19 

4. A camisa amarela da seleção brasileira

5. Chinelo Slim Brasil, Havaianas, Feminino 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!