Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » OPINIÃO

"Adilson Batista fez milagre", analisa Marcelo Moreno sobre início de ano do Cruzeiro

Atacante ainda revelou vontade de se tornar presidente da Raposa após aposentadoria

Guilherme Assumpção Publicado em 04/05/2020, às 14h59

Moreno foi contratado no início desta temporada
Moreno foi contratado no início desta temporada - Transmissão SporTV

O Cruzeiro vive com grande expectativa o possível retorno do futebol brasileiro após a paralisação devido à pandemia de coronavírus. Tentando se reestruturar novamente após a queda para a segunda divisão, a Raposa vive um dilema sobre qual deve ser o estilo do elenco na disputa do Brasileirão.

Recentemente, o meia Robinho e o ex-diretor Ocimar Bolicenho discordaram sobre o perfil dos jogadores para disputar a Série B. Quem também opinou sobre o momento da equipe foi o ídolo Marcelo Moreno, que foi contratado no início desta temporada.

Segundo ele, o começo de ano do Cruzeiro foi bastante irregular por conta da inexperiência dos jogadores mais jovens do time, que tiveram que ser escalados no Campeonato Mineiro pelo então treinador Adilson Batista, o qual foi muito elogiado pelo atacante.

“Acho que temos um time novo que aos poucos tenta criar uma identidade de jogo. Mas não é fácil. Não tinha como formar um time tão grandioso como o torcedor do Cruzeiro está acostumado, jogando um futebol bonito. Isso era impossível no início do ano, já que o Cruzeiro não tinha um time montado. O Adilson fez milagre para poder montar o time”, elogiou Marcelo em entrevista à Rádio 91,7 FM.

“Agora, com a chegada de jogadores que vão chegar, a diretoria já prometeu para o torcedor. O Enderson já está no mercado olhando quem pode reforçar o Cruzeiro para reforçar o time, deixar o time mais competitivo, para disputar a Segunda Divisão que não é a Primeira Divisão, é muito difícil de ser jogado, times fechados. Acredito que a gente vai ficar com elenco que vai subir sim”, completou.

A polêmica em torno do possível retorno do futebol durante a pandemia de coronavírus também foi tema da conversa com Moreno. Para ele, a situação deve ser resolvida com bastante cautela e consciência para que a segurança de todos seja mantida neste momento complicado vivido pelo país.

“Deram férias até forçadas, todo mundo ficou surpreso com o que aconteceu. Se tiver segurança para os jogadores, para os nossos familiares, para as pessoas em geral eu acho que é válido a gente iniciar as atividades em grupo de seis, de quatro. Isso o Cruzeiro tem que estudar muito bem e ver o que é necessário. Acho que acima de tudo vem a segurança de todos”, opinou o artilheiro.

IDOLATRIA

A relação de Marcelo Moreno com o Cruzeiro é extremamente importante neste momento vivido pelo clube. Por conta de toda sua identificação, o jogador garantiu estar pensando em se tornar presidente da Raposa após sua aposentadoria dos gramados.

“Ainda não decidi se vou ser presidente do Cruzeiro no futuro. Fico imaginando isso. Mas ainda tenho que me preparar muito com gente que já teve esse cargo, pegar experiência, fazer cursos, para talvez assumir uma responsabilidade tão grande como essa. Me identifico muito com o Cruzeiro, mas tenho que estudar muito para chegar neste cargo. Espero que algum dia eu possa ser presidente do Cruzeiro sim. Tenho interesse sim, mas meu foco principal é levar o Cruzeiro para a Primeira Divisão”, revelou.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!