Sportbuzz
Testeira
Futebol / UFA!

Abel Ferreira, João Martins e Patrick de Paula se livram de punição e estão à disposição do Palmeiras!

Trio foi julgado pelo STJD pela expulsão contra o Atlético-MG, mas foram absolvidos

Redação Publicado em 15/09/2021, às 12h29

Abel Ferreira, treinador do Palmeiras de braços abertos dentro de campo - GettyImages
Abel Ferreira, treinador do Palmeiras de braços abertos dentro de campo - GettyImages

Se livraram! Nesta quarta-feira, 15, Abel Ferreira, João Martins e Patrick de Paula foram julgados pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pelas expulsões na partida contra o Atlético-MG, e foram absolvidos pelo juiz, voltando a ficar à disposição do Palmeiras.

Dessa forma, os três, poderão estar na partida contra a Chapecoense, que acontece no próximo sábado, 18, às 17h (horário de Brasília), em Santa Catarina, pelo Brasileirão. Além ficar livre da punição, o trio também não pegou a suspensão automática, que poderia chegar a seis jogos.

 

Segundo informações do site "Globo Esporte", Patrick de Paula e João Martins foram absolvidos por unanimidade de votos, já Abel Ferreira teve a denúncia retirada pela Procuradoria.

A publicação destaca que os membros do Palmeiras foram denunciados no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que fala em "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva" e tem punição prevista de uma a seis partidas de suspensão.

Tudo aconteceu por conta da arbitragem de Bruno Arleu de Araújo no jogo contra o Atlético-MG, que gerou muita reclamação do lado palmeirense.

O entendimento do Palmeiras é que Patrick de Paula recebeu cartão vermelho no primeiro tempo do confronto disputado no Mineirão depois de ter escorregado, e que atingiu o adversário de forma não intencional.

Indignados, Abel Ferreira e João Martins também foram expulsos antes do intervalo, por reclamação o que aumentou a revolta do lado Alviverde.

Na súmula da partida, o árbitro informou que mostrou cartão vermelho para o treinador português "por ter protestado reiteradamente e acintosamente, com gestos e palavras (que não foram possíveis identificar o que foi falado), contra a decisão da arbitragem".

"Não tenho guerra contra árbitros, e espero que os árbitros não tenham guerra contra mim. É muito fácil expulsar o treinador do Palmeiras. Prometo que vou fazer um esforço para me portar melhor, mas nestas três só em uma que foi bem. Gosto muito de aprender, quero melhorar, mas acho que basta. Sinto que está muito fácil expulsar o treinador do Palmeiras", disse Abel Ferreira dias depois da expulsão, e relembrando as três vezes que recebeu cartão vermelho.

Por conta do cartão vermelho, Abel Ferreira, João Martins e Patrick de Paula já haviam cumprido suspensão automática na rodada seguinte do Campeonato Brasileiro, que foi contra o Cuiabá, no dia 21.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!