Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » SEM CHANCE!

Abel Ferreira explica porque negou proposta com salário três vezes maior do que ganha no Palmeiras: "Vou ficar aqui, gosto de estar aqui"

Treinador campeão da Libertadores e Copa do Brasil teve a oportunidade de deixar o Palmeiras após um mês de trabalho

Redação Publicado em 19/03/2021, às 14h41

Abel comemorando na final da Copa do Brasil
Abel comemorando na final da Copa do Brasil - Getty Images

Sem saber o que os esperava, Abel Ferreira e sua comissão técnica saíram do Paok, na Grécia, para aceitar o desafio de treinar um Palmeiras que estava em decadência no Campeonato Brasileiro, mas com um plantel com potencial para almejar grandes coisas.

O português chegou no final de outubro e logo foi implantando sua filosofia de jogo e de trabalho, colocando a importância de todos os funcionários do clube como a mesma e começou um discurso que era dito dentro do clube e logo foi de conhecimento geral de quem vinha de fora. 'Todos somos um'.

Após um mês de trabalho, com o Palmeiras já classificado para a semifinal da Copa do Brasil e também para as quartas de final da Copa Libertadores, o treinador recebeu uma proposta do exterior para deixar o Palmeiras.

Em entrevista ao Bola da Vez, da ESPN, que vai ao ar neste sábado, 20, Abel contou os detalhes da proposta. 

“Posso dizer que é de conhecimento público, que eu mal cheguei ao Palmeiras, um mês depois, eu tive o conhecimento, não adianta falar dos valores, de uma proposta que dava três vezes mais que eu ganho no Palmeiras. Me perguntaram o porquê, eu disse não!”, disse

O treinador comentou que nem mesmo seu empresário, que gostou da proposta, conseguiu o influenciar.

“Veio falar que valia a pena, eu disse que não valia nada, não coloque coisas na minha cabeça, não me pergunta. Disse não! Vou ficar aqui, gosto de estar aqui e essa é a minha ideia. Eu não consigo, um treinador, eu não consigo. ‘Ah, estou aqui e daqui a três anos quero treinar o Barcelona!’ E se o Barcelona não me quiser? Se é o Palmeiras que me quer, aí eu vou para aqueles que me querem. Eu gosto de estar aonde me querem, não aonde o meu agente quer me colocar.", afirmou o treinador.

Abel Ferreira comemorando o título da Libertadores

 

“Ah, o agente pode querer me colocar ali. Opa, você quer me ter ali por interessar você ou porque é o melhor para mim? Não, eu quero estar aonde me querem. É exatamente isso que eu falo para os jogadores. Principalmente para os jogadores mais jovens, que eu treinei com jogadores mais jovens", comentou.

Abel está de férias com a família em Portugal, e deve voltar ao Brasil nas próximas semanas.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!