Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Fórmula 1 / NADA DISSO!

Fórmula 1: Piastri desmente Alpine e diz que não assinou com a equipe

Equipe de Fórmula 1 havia liberado um comunicado oficial nesta terça-feira, 2, informando que tinha encontrado o piloto substituto de Fernando Alonso

Redação Publicado em 02/08/2022, às 16h53

Piloto de Fórmula 1, Oscar Piastri - GettyImages
Piloto de Fórmula 1, Oscar Piastri - GettyImages

A Fórmula 1 se viu em meio a uma confusão causada pela Alpine. Acontece que nesta terça-feira, 2, a equipe emitiu um comunicado oficial onde informava que havia encontrado o substituto para o lugar de Fernando Alonso, que na temporada de 2023 vai passar a pilotar pela Aston Martin após o anúncio de aposentadoria de Sebastian Vettel.

Dessa forma, ficou sob responsabilidade da Alpine preencher a vaga vazia. Assim, a opção número 1 seria Oscar Piastri, piloto da própria equipe e atualmente reserva, e foi exatamente isso que a escuderia fez. Em seu comunicado, anunciou que ele vai passar a correr pela equipe a partir de 2023 na Fórmula 1, uma vez que era a escolha mais óbvia de acontecer.

No entanto, essa história toda acabou se embolando somente algumas horas depois, assim que Piastri se pronunciou em suas redes sociais. O piloto, que não havia se manifestado desde a notícia da equipe, surpreendeu a todos dizendo que não houve nenhuma assinatura por sua parte para correr como o principal em 2023.

"Sem o meu acordo, a Alpine F1 divulgou um comunicado à imprensa no final da tarde de que eu irei pilotar para eles em 2023. Isso está errado e eu não assinei contrato com a Alpine para 2023. Não vou pilotar pela Alpine no próximo ano", esclareceu o piloto, que agora pode ter que lidar com uma confusão nos bastidores.

Fórmula 1 tem negação de Piastri sobre assinatura com a Alpine
Fórmula 1 tem negação de Piastri sobre assinatura com a Alpine (Crédito: GettyImages)

Isso porque de acordo com as informações do portal "Terra", o staff de Piastri, Mark Webber, se incomodou com a forma como a Alpine estava demorando para definir o que faria. Se optasse por uma possível renovação com Alonso, Piastri ficaria sem vaga por mais um ano. Assim, por contrato, a equipe perderia a exclusividade sobre ele depois do dia 31 de julho.

A partir dessa data, ele ficaria livre para negociar e assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe que desejasse. Nesse sentido, Alonso revelou o que iria fazer um dia depois desse prazo, nesta segunda-feira, 1. Por conta disso, a tendência é que Piastri já esteja em contato com outra equipe que ainda não foi revelada, mas deve estar de saída da Alpine na realidade.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!