Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Fórmula 1 / COMPLICADO

Fórmula 1: chefe da Ferrari comenta abandono de pilotos no Azerbaijão

Disputa da Fórmula 1 no GP do Azerbaijão contou com Sainz e Leclerc tendo que abandonar a corrida depois de o motor italiano apresentar problemas

Redação Publicado em 13/06/2022, às 09h51

Fórmula 1 tem abandono de dupla da Ferrari de prova - GettyImages
Fórmula 1 tem abandono de dupla da Ferrari de prova - GettyImages

A disputa da Fórmula 1 neste domingo, 12, contou com uma cena até então inusitada. Acontece que depois de começar a temporada em alta, Charles Leclerc está vivendo uma verdadeira angústia nas três últimas corridas, sofrendo com erros na estratégia da Ferrari e dois abandonos por conta de problemas no motor, sendo que o mais recente foi no GP do Azerbaijão.

O chefão da Ferrari, que viu Carlos Sainz deixar a disputa com o mesmo problema, Mattia Binotto reconheceu a dificuldade da equipe nesse sentido, mas também pediu paciência para que todos os pontos possam ser reavaliados. Ele destacou que a equipe toda se esforçou bastante no desenvolvimento, mas que algo deve estar errado.

Canal - SportBuzz

"Trabalhamos muito no inverno do ano passado para desenvolver o carro. Mas provamos que ainda não temos total confiabilidade e ainda há trabalho a ser feito. É uma preocupação, dissemos isso antes de vir a Baku. A confiabilidade é sempre um fator chave na briga pelo título, assim como o desempenho", disse o chefe da Ferrari.

O primeiro abandono da escuderia foi com Carlos Sainz, na volta 9. Mas o que parecia ser mais um dia de azar do piloto, se mostrou mais sério quando na volta 20 começou a sair fumaça do F1-75 de Leclerc e ele caiu da liderança recém-recuperada. Se o problema tivesse sido limitado aos dois pilotos seria uma coisa, mas outros ainda foram afetados.

Fórmula 1 tem esclarecimento de chefe da Ferrari após abandono
Fórmula 1 tem esclarecimento de chefe da Ferrari após abandono (Crédito: GettyImages)

Depois que Leclerc teve que deixar a corrida, Guanyu Zhou, da Alfa Romeo e Kevin Magnussen, da Haas, ambas equipes que correm com a unidade de potência da Ferrari também tiveram que abandonar a prova depois de perceberam problemas no mesmo dispositivo. Isso também preocupa para o Mundial de equipes, já que Sainz sofreu seu terceiro abandono em três etapas.

Depois da corrida, o monegasco não escondeu o fato de estar bem decepcionado com o abandono, que foi classificado por ele como doloroso. Sem conseguir pontuar, ele viu Max Verstappen vencendo e Sergio Pérez tomando sua vice-liderança no campeonato de pilotos, e sem ter o que fazer desta vez.

Assim, a Ferrari viu a líder RBR aumentar ainda mais a vantagem no campeonato de construtores para 80 pontos e a Mercedes, atual terceira colocada, deixar o cerco ainda menor ao reduzir a diferença para 38 pontos, tendo 161 somados, contra os 199 que a escuderia mantinha desde a etapa de Mônaco da Fórmula 1.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!