Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Fórmula 1 / ANTIRRACISMO

F1: Hamilton e Mercedes investem em bolsas para inclusão no esporte

Lewis Hamilton, da Fórmula 1, e Mercedes vão investir quantidade milionária para integrar minorias sociais ao ambiente esportivo; episódio racista de Piquet é o contexto principal da medida

Redação Publicado em 07/07/2022, às 13h40 - Atualizado às 13h42

Lewis Hamilton, piloto da Fórmula 1 - Getty Images
Lewis Hamilton, piloto da Fórmula 1 - Getty Images

O piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton, em conjunto com a Mercedes, investirá no projeto Ignite, fundado em 2021, para aumentar a diversidade no ambiente esportivo. A decisão foi tomada alguns dias após o britânico ter sofrido com falas racistas por parte do ex-piloto Nelson Piquet. Sobre a medida, o heptacampeão explicou:

“Os eventos desta semana nos mostraram por que continua a ser uma necessidade urgente fazer pressão por mais representatividade em nossa indústria. Mais do que nunca, precisamos nos concentrar em como podemos transformar o automobilismo para melhor”, cravou Hamilton. A quantia de 500 mil libras (R$ 3,2 milhões de reais, na cotação atual) será aplicada em bolsas na Federação Britânica de Automobilismo (Motorsport UK) e Academia Real de Engenharia.

CANAL - SPORTBUZZ:

O valor destinado à Motorsport UK será utilizado para apoiar o projeto “Girls On Track”, para incentivar a formação de mulheres pilotos, principalmente, as pertencentes a grupos de recorte racial e em situação socioeconômica vulnerável. Já o investimento na Academia permitirá a criação de bolsas de mestrado para estudantes negros na área, a partir de 2023.

RACISMO NA FÓRMULA 1

Os termos racistas utilizados por Piquet contra Lewis Hamilton ganharam mais um capítulo na F1. Em entrevista para o "Motor Sport Magazine", o ex-piloto abriu o jogo e fez uma espécie de segundo pronunciamento em relação as falas que teve numa entrevista para um canal de Youtube. O brasileiro garantiu que não se importa com as críticas e avisou que não pratica racismo. 

Hamilton, no GP da Inglaterra, na Fórmula 1
Hamilton, no GP da Inglaterra, na Fórmula 1

De acordo com Piquet, todas essas críticas são besteiras e avisou que não é racista. Nelson garanti que não houve nada de errado no acontecimento e craque que utiliza a fala até para amigos brancos. Segundo ele, nada disso que aconteceu nas últimas semanas atrapalhou a sua vida. Mesmo assim, o ex-piloto de F1 avisou que sofreu com algumas consequências devido a sua fala direcionada para Hamilton. 


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!