Sportbuzz
Testeira
Esporte na TV / VISH!

Narrador da Globo detona realização da Copa América no Brasil: "É um tapa na cara"

Luis Roberto, narrador da Globo, mostrou toda a sua insatisfação com a realização da Copa América no Brasil

Redação Publicado em 31/05/2021, às 14h24 - Atualizado às 15h27

Narrador do Grupo Globo mostrou sua insatisfação com a Copa América no Brasil - Transmissão Seleção SporTV
Narrador do Grupo Globo mostrou sua insatisfação com a Copa América no Brasil - Transmissão Seleção SporTV

Nesta segunda-feira, 31, em discurso durante o programa "Seleção SporTV", Luis Roberto, narrador do Grupo Globo, se revoltou com a disputa da Copa América no Brasil. O comentarista deixou claro toda a sua insatisfação com o acordo entre Conmebol e Governo Federal para a realização do torneio no país. 

"Essa Copa América fora de hora, que nem deveria ter sido disputada, claro que a pandemia interrompeu várias competições mundo afora e obviamente que neste momento com o calendário todo estrangulado no Brasil, a Copa América é só mais um torneio caça-níquel e sem nenhuma expressão. A última, que foi disputada no Brasil, teve sua relevância, sua atmosfera. Porém, além de desfalcar os times e amontoar o calendário, um mês de Copa América já seria ridículo a realização dela em condições normais", afirmou. 

Luis Roberto relembrou, que antes do Brasil ser nomeado como a sede da Copa América de 2021, Argentina e Colômbia desistiram de protagonizar o torneio por causa de questões sociais e também devido a complicações do coronavírus. Além disso, o narrador da Globo ressaltou a velocidade em aceitar o convite da Conmebol e a demora com a vacina no Brasil. 

"Aí vem as desistências de vários países irmãos (Argentina e Colômbia), que não tem condições, por conta de pandemia, de realizar um torneio como este. E um país, que tem a pandemia descontrolada e demorou nove meses para responder a Pfizer, respondeu em dez minutos que vamos fazer a Copa América", seguiu. 

 Ele ainda desabafou dizendo que: "Abertura em Brasília, jogos em Pernambuco, final com público! Não é possível, é inaceitável, a sociedade brasileira, a coletividade do esporte, aceitar essa decisão. Sinceramente, que se realize, que eles se entendam, que os negacionistas façam caravanas agora para Brasília para ter público na grande final, momento apoteótico desta porcaria desta competição. É uma vergonha, é um tapa na cara dos brasileiros".

A COPA AMÉRICA NO BRASIL!

A Conmebol definiu que o Brasil será sede da Copa América 2021. Após reunião emergencial nesta segunda-feira, 31, a entidade máxima do futebol sul-americano determinou que o país realize o torneio, substituindo Argentina e Colômbia
 
A decisão aconteceu horas após a organização retirar a Argentina como sede desta edição. O país suspendeu os jogos de futebol para conter o avanço da pandemia. Novo local para a realização do torneio de seleções, o Brasil tem mais de 462 mil mortes por Covid-19. 
 
Segundo o comunicado, a Conmebol afirmou que os locais das partidas e o calendário completo serão anunciados “nas próximas horas”. As datas de início e término estão confirmadas entre 11 de junho e 10 de julho. 
 
“A Copa América 2021 será jogada no Brasil. As datas de início e final do torneio estão confirmadas. As sedes e a tabela serão informadas pela Conmebol nas próximas horas. O torneio de seleções mais antigo do mundo fará vibrar todo o continente!”, anunciou a entidade. 
Os governos do Equador e da Venezuela se ofereceram oficialmente para receber a Copa América. Candidato informal, o Chile surgiu para dividir a sede com a Argentina, mas a Conmebol decidiu manter a competição em um único país.

A Argentina deixou de receber a Copa América por conta da situação da pandemia de coronavírus no país. No último domingo, 30, o Ministro do Interior, Wado de Pedro, afirmou que seria inviável realizar a competição. O país registrou mais de 3,6 milhões de casos e mais de 76 mil mortes por Covid-19.

Já a Colômbia abriu mão em meio aos protestos populares que o país enfrenta nas últimas semanas, contra uma proposta de reforma tributária do governo colombiano.

O Brasil realizou a última edição da Copa América, em 2019, e a organização do torneio pesou para que a Conmebol definisse o país novamente como sede. A quantidade de estádios em boas condições também foi favorável para a decisão. A Seleção Brasileira é a atual campeã sul-americana.

Inicialmente, o Brasil havia sido descartado pela CBF e Conmebol para receber o torneio. A decisão pelo país se deu para aproveitar estádios como Mané Garrincha em Brasília, Arena da Amazônia, Arena Pernambuco e Arena das Dunas em Natal.

A seleção de Tite estreia na Copa América, até o momento, no dia 14 de junho, contra a Venezuela. O Brasil está no Grupo B junto com Colômbia, Equador, Peru e os venezuelanos.

Antes da disputa da Copa América, as seleções ainda têm seus compromissos pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2021 e a Seleção Brasileira vai a campo contra Equador e Paraguai nos dias 4 e 8 de junho.

O Campeonato Brasileiro não será interrompido durante a competição.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!