Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Esporte na TV » CASO POLÊMICO!

Justiça nega indenização para torcedor por canto machista na Copa da Rússia, em 2018

O video em que brasileiros cantam frases machistas para uma russa viralizou e ganhou bastante repercussão

Marcello Sapio Publicado em 05/06/2020, às 15h50

Justiça nega indenização para torcedor envolvido em caso
Justiça nega indenização para torcedor envolvido em caso - Transmissão Youtube

Durante a Copa do Mundo de 2018, realizada na Rússia, um vídeo, no qual vários homens brasileiros gritam palavras machistas para uma russa, viralizou e causou muita polêmica no Brasil.

Na filmagens, eles gritam "bu**** rosa", cercando a garota que, sem entender do que se tratava, cantou junto.

O jornalista Leonardo da Silva, um dos homens no vídeo, acabou entrando na Justiça pedindo indenização por danos morais contra a TV Globo. Porém, nesta sexta-feira, 5, A 5ª Vara Cível de São Bernardo do Campo negou o pedido.

A defese do jornalista alegava que: "(Lá no local) se reuniam para beber bebida alcoólica, conhecer desconhecidos, brincar com a nacionalidade dos outros e disso sempre sairão amizades e inimizades, e paquerar (inclusive homo e bissexuais). Vale dizer: ninguém estava na missa rezando o terço, o que não significa que isso seja errado, por óbvio, mas cada local é um local e o comportamento humano muda conforme a ocasião e o lugar. Não daria para o ser humano se comportar na igreja como se comporta em uma festa internacional e vice e versa".

A TV Globo foi acusada de repercutir o ato de maneira desproporcional e, ao usar o termo "assédio", teria causado danos morais a Leonardo .

A emissora carioca disse que "cobriu o fato de maneira jornalística e que o caso atingiu proporção internacional devido a gravidade do caso".

"A tão propalada 'brincadeira' que o Autor e outros cinco homens fizeram foi induzir uma mulher estrangeira, que não conhecia o idioma português, a falar palavras obscenas referentes à cor de seu próprio órgão sexual", disse a defesa da emissora.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!