Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Esporte na TV » DE SAÍDA!?

Jorge Jesus revela motivo que o faria deixar o Flamengo: “Sou capaz de sair”

Treinador rubro negro comentou os rumores de trocaria de time

SportBuzz Digital Publicado em 06/09/2019, às 13h05

Jorge Jesus
Jorge Jesus - Getty Images

A chegada de Jorge Jesus ao Flamengo veio junto com muito mistério. Com contrato assinado até junho de 2020, o treinador caiu nas graças da massa rubro-negra devido aos resultados expressivos que vem conquistando, tanto na Copa Libertadores, quanto no Campeonato Brasileiro.

Em uma entrevista exclusiva para o Globo Esporte, que vai ao ar no próximo domingo, 8, o português dissertou sobre o comentário feito por Rui Santos, um jornalista do canal ‘SIC Notícias’, em Portugal, que afirmava que Jesus deixaria o Rio de Janeiro no começo de 2020 por causa da violência na cidade brasileira.

Sobre o assunto, Jorge disse que já escutou algumas coisas sobre os cuidados que precisa tomar, mas não deixaria o clube somente por esta questão, afinal, sempre foi muito atento aos conselhos que recebe sobre a segurança que precisa ter no Rio de Janeiro.

“Eu não quero ser o transmissor de coisas que eu não vejo. Mas é o que se fala: 'Mister, não ande com relógio, não ande com colar'... Mas não quero falar disso porque me sinto normal, me sinto bem. Mas aquilo que se fala lá fora é o fim do mundo. Se um dia eu tiver que sair do Flamengo, nunca será por causa disso. Nunca!”, disse o técnico flamenguista.

Sobre sua possível saída da Gávea, ele entregou que outras coisas, além da violência, seriam primordiais para que ele tomasse a decisão de deixar o clube. Conhecido por uma forte personalidade, o Mister, como é chamado carinhosamente pelos torcedores, disse que a falta de autonomia é uma questão que poderia ser primordial em suas escolhas.

“Sou capaz de sair por outras coisas muito, muito, muito mais fáceis. Que tem a ver com a minha decisão de treinador. Quem trabalha comigo sabe como eu sou. Eu decido. O clube não é meu, tem um presidente acima, uma administração, mas na equipe sou eu que mando. E quando há qualquer coisa que não é como quero, eu (bate na mão) vou embora”, pontuou ele.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!