Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Esporte na TV » BANANÃO

Caio Ribeiro critica Daniel Alves após declaração no jogo contra o CSA

O jogador do São Paulo causou polêmica ao reclamar da imprensa que cobre o time

SportBuzz Digital Publicado em 16/09/2019, às 18h11

Caio Ribeiro
Caio Ribeiro - Reprodução TV Globo

Caio Ribeiro,  comentarista do Grupo Globo, rebateu durante o programa Globo Esporte a declaração de Daniel Alves após o jogo do São Paulo.

O lateral criticou fortemente a imprensa depois de uma pergunta sobre a sua posição em campo e retrucou, falando que o jornalista "nunca tinha jogado futebol".

O comentário de Dani Alves repercutiu negativamente na mídia.

Na edição de hoje do Globo Esporte, Caio disse que não gostou da resposta dada pelo craque do São Paulo  "Acho que foi infeliz na declaração, com certeza de cabeça quente pelo resultado. O Daniel é craque, e o craque pode jogar em qualquer lugar do campo", opinou.

Caio também comentou à respeito da posição em que Daniel Alves deveria jogar no São Paulo: "No meio é um bom jogador, na lateral é o melhor do mundo. Eu prefiro ele jogando pela lateral. Dependendo do adversário e do que o Cuca quer propor no jogo, pode jogar em vários lugares"

Desde que chegou no São Paulo, Daniel vem jogando na função de meio-campo, porém, no jogo contra o CSA, foi escalado na lateral, sua posição de origem.

MAIS SOBRE A COLETIVA DE DANIEL ALVES

Neste domingo, 15, o São Paulo enfrentou o CSA no Morumbi, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O primeiro gol foi feito pelo paraguaio Héctor Bustamante, no comecinho do segundo tempo. Correndo atrás do prejuízo, o tricolor empatou aos 41 minutos, com gol de Reinaldo Manoel da Silva.

Com esse resultado, o São Paulo foi para a 6ª colocação, com 32 pontos, e o CSA permaneceu na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com apenas 18 pontos.

Após o fim da partida, Daniel Alves concedeu uma entrevista coletiva e citou as falhas do elenco tricolor.

"Temos que definir um padrão de jogo e ir até o final confiando que aquele padrão é o melhor. Se a gente começa a mudar o padrão em razão do debate que está gerando, nunca vamos conseguir ter uma sequência. Não é desculpa, é fato. Alteramos muitos jogadores, temos que manter um padrão. Se constrói as coisas tendo um padrão, defende os teus conceitos e a forma que você acha que é melhor para o São Paulo. Sei o quão difícil é o futebol brasileiro, mas nunca pequei na minha vida por omissão, vou estar na linha de frente. Antes de vir para cá fiz uma lavagem cerebral de que aqui só os mais fortes sobrevivem", afirmou ele.

Confiante no potencial do time, o jogador ainda tem esperanças de liderar o Campeonato Brasileiro.

"Se você olha para trás, o Flamengo quando foi eliminado na Copa do Brasil estava todo mundo falando que nem Jesus resolvia. Agora o Flamengo é campeão do turno... Entrega o título para o Flamengo, não, tem muita coisa para acontecer ainda. A gente que é do futebol sabe que ainda vão suceder muitas coisas. Estamos trabalhando para melhorar", disse ele.

Em seguida, Daniel falou sobre sua contribuição para que o São Paulo melhore durante o campeonato.

"Eu sou um jogador que posso ajudar meus companheiros a serem muito melhores do que são. Eu jogando como lateral passo muito tempo sem pegar na bola, é difícil você fazer seus companheiros jogarem melhor, criarem situações, mas evidente que a imprensa não vai saber disso porque nunca jogou futebol. (...) O Dani é jogador do São Paulo e vai ajudar o São Paulo. Sei da dificuldade que é construir uma coisa. Na minha vida, tudo que construí acredito que foi sendo sereno, às vezes cego, surdo e mudo. Vou continuar sendo, essa é a forma de conseguir resultados", avaliou ele.

Por fim, o craque deu uma alfinetada na imprensa.

"Não temos que nos posicionar em relação ao que a imprensa fala. A gente tem que ser correto no que queremos oferecer e no que vamos brigar, se não gera instabilidade que normalmente a imprensa está para isso. Não estou criticando, estou sendo honesto, a imprensa sempre está para gerar um certo desconforto e debates. Não podemos gerar debates (... )Temos que ser bastante serenos na maioria dos momentos, se não a gente entra em situações que não nos beneficia. A maioria da imprensa nunca jogou futebol, então ela sempre gera desconforto dentro do clube, como está gerando", concluiu ele.

O São Paulo volta ao campo no próximo sábado, 21, às 11h, contra o Botafogo.

SportBuzz agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades do universo esportivo e dos seus atletas preferidos? Acesse https://t.me/sportbuzzbr e não dê mais nenhuma bola fora com o seu time do coração!