Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Esporte na TV » EITA!

Após declaração de Denílson, Neto rebate comentário e dispara: "Hipocrisia é querer fazer média"

Apresentador e comentarista trocaram farpas nessa semana através dos programas esportivos

Redação Publicado em 18/02/2021, às 08h12

Apresentador Neto durante seu programa na TV Bandeirantes
Apresentador Neto durante seu programa na TV Bandeirantes - Transmissão TV Bandeirantes

Nos últimos dois dias, o apresentador Neto e o comentarista Denílson trocaram farpas através dos programas esportivos da TV Bandeirantes. 

O motivo seria a festa organizada pelo Palmeiras para comemorar o título da Libertadores, que não foi nada bem vista pelo ex-jogador do Corinthians, que criticou duramente a ação em meio a pandemia de coronavírus.

Neto citou o alto número de mortos pelo vírus nos últimos dias e as ações que estão sendo tomadas em todo o país para tentar diminuir essa marca, mas que com uma festa que promove aglomeração, seria ainda mais difícil.

Por outro lado, Denílson, que está no "Jogo Aberto" com Renata Fan, defendeu o evento.

Nesta quarta-feira, 17, Neto voltou a falar do assunto. Citando a expressão 'hipócritas', usada por Denílson, o apresentador reiterou sua posição e explicou que não critica as comemorações, mas as aglomerações causadas por elas. 

"Teve gente aqui na Band que falou que é hipocrisia da nossa parte falar da festa do Palmeiras. Mas não é da festa, e sim da aglomeração de 250 pessoas. O título da Libertadores tem que ser comemorado com 17 milhões de pessoas quando puder. Hipocrisia é ter mil pessoas na praia, 800 festas clandestinas de Carnaval. Quando (a gente critica) qualquer clube que faz isso, não é hipocrisia, sabe por quê? Porque quando você perde um ente querido, você vê a situação. Hipocrisia é querer fazer média falando que é hipocrisia", disse antes de completar.

"Não tem que ter festa o campeão brasileiro agora. Tem que esperar quando todo mundo estiver vacinado. A hipocrisia não pode estar junto com o futebol, para achar que é ídolo. Hipócrita é quem pensa assim. Se quiser tirar satisfação comigo, fala no corredor. (...) Eu não faço média com ninguém, nem com o Corinthians. Não sou comentarista social", concluiu.

Entenda como tudo começou

Durante o "Jogo Aberto", Denílson disse que seria hipocrisia criticar o Palmeiras por festejar o título, uma vez que todos queriam alcançar o que o clube Alviverde conquistou na temporada.

"Tem que comemorar e muito. É muito difícil chegar a uma final de qualquer competição. Só quem participa e trabalha no dia a dia dos jogadores sabe da dificuldade de conquistar uma competição do tamanho da Libertadores", disse o comentarista, elogiando a temporada alviverde. Todos os clubes gostariam de estar vivendo este momento. Ganhar um Paulista, estar na final da Copa do Brasil e ganhar a Libertadores. A gente precisa deixar de hipocrisia e parar de criticar o Palmeiras só por causa do Mundial", apontou.

Já Neto classificou a comemoração como desnecessária e criticou o comentarista.

"O Palmeiras fazer uma festa para 300 pessoas. Tem coisa que não precisa em um momento desses, né. Ganhou a Flórida Cup, o Campeonato Paulista, Libertadores, pode ganhar Copa do Brasil, Recopa. O time que mais ganhou na temporada. Tem time mais organizado? Com um patrocinador igual? No futebol brasileiro, sul-americano? Nenhum. Agora, precisa dar festa? 300 mil pessoas morrendo de covid. Precisa dar festa?", disse Neto.

"Aí, vem o Felipe Melo achando que é Jesus, que é Pedro, e dá um cacete na imprensa, fala que o Palmeiras ganhou 'contra todos'. O que é 'contra todos'? Por que? Óbvio que eu não torci para o Palmeiras ser campeão, sou corintiano, mas poderia ter torcido. Aí, vem e me dá uma festa. Espera um pouco. Tem a Copa do Brasil ainda", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!