Sportbuzz
Testeira

Pôsteres Olímpicos – parte 2

Desde a restauração em 1896, os Jogos Olímpicos sempre tiveram uma estreita relação com a imagem. Nas primeiras edições, os pôsteres eram utilizados para promover e divulgar o evento. Com o passar dos anos, se tornaram a “cara” dos Jogos

Eduardo Colli Publicado em 30/06/2021, às 12h57

Anéis olímpicos em Yokoha - Getty Images
Anéis olímpicos em Yokoha - Getty Images

Paris – França – 1924

Artista: Jean Droit.

Um grupo de atletas fazendo a saudação olímpica. Em frente a eles, folhas de louros, simbolizando a vitória e brasão das armas de Paris. A bandeira francesa tremula ao fundo.

Contexto: o pôster oficial foi escolhido através de um concurso, com 150 projetos. Dois foram os escolhidos, do artista Jean Droit (acima) e outro do artista chamado Orsi. O trabalho de Droit se tornou a imagem dos Jogos de 1924.

 

Amsterdã – Holanda – 1928

Artista: Emil Huber.

Um corredor carrega a coroa de louro, símbolo da vitória. As palavras: “Olympische Spiele 1928 – Amsterdam” em azul ao fundo.

A bandeira da Holanda tremula em primeiro plano, cobrindo a nudez do atleta.

 

Los Angeles – Estados Unidos - 1932

Artista: Julio Kilenyi.

Apresenta a tradição grega na antiguidade de proclamar uma trégua sagrada para permitir que os atletas, artistas e familiares viajassem em segurança para participar dos Jogos.

A tradição estabelecia que os mensageiros (arautos) viajam de cidade em cidade para anunciar a data das competições e exigir a trégua antes, durante e depois dos Jogos.

O arauto do pôster foi feito em argila e fotografado em seguida, criando um efeito 3D.

Foi o primeiro cartaz com os anéis olímpicos.

O artista Julio Kilenyi também desenhou as medalhas dos Jogos de 1932.

 

Berlim – Alemanha - 1936

Artista: Werner Würbel.

A quadriga do portão de Brandemburgo, símbolo da cidade e a figura de um atleta laureado. Em primeiro plano, o local e a data dos Jogos são mencionados.

No topo, os anéis olímpicos.

Contexto: foi realizado um concurso com a participação de 49 artistas alemães, que apresentaram 59 projetos. Como nenhum dos projetos apresentou as três premissas definidas pelo comitê organizador: indicar a importância dos Jogos; atrair a atenção para a cidade e promover os Jogos Olímpicos de uma forma eficaz e compreensível no estrangeiro, um segundo concurso foi realizado e o projeto de Werner Würbel foi o escolhido.

 

Tóquio – Japão e Helsinki – Finlândia - 1940

Inicialmente Tóquio foi a cidade-sede escolhida, mas com a guerra entre Japão e a China, os Jogos foram transferidos Helsinki.

Com a segunda grande guerra mundial, os Jogos de 1940, em Helsinki não foram disputados.

 

Londres – Grã-Bretanha - 1944

A segunda grande guerra mundial começou em 1939 e terminou em 1945 e pela terceira vez na história olímpica da era moderna uma edição dos Jogos foi cancelada.

Não houve nenhum pôster.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!