Sportbuzz
Testeira

A história da Eurocopa de 1960 a 2016 - parte 5

Confira um resumo sobre as edições de 1980 e 1984 da Euro, a 6ª edição e a 7ª edição

Eduardo Colli Publicado em 01/07/2021, às 10h35

Taça da Euro 2020 - Getty Images
Taça da Euro 2020 - Getty Images

6ª edição – 1980 – Itália

De 11 – 22 de junho de 1980

Seleções na fase final: 8

Partidas: 14

Gols: 27

Média de gols/partida: 1,93

Mascote: Pinocchio

O pioneiro dos mascotes da Eurocopa, Pinocchio foi inspirado no personagem criado pelo italiano Carlos Collodi, com o famoso nariz pintado nas cores da bandeira da Itália.

 

Locais dos Jogos:

Cidade- Estádio- Capacidade

Roma- Olímpico- 86.500

Milão- Giuseppe Meazza- 85.700

Nápoles- San Paolo- 72.800

Turim- Olímpico- 50.000

Com oito seleções disputando a fase final, as eliminatórias com 31 seleções, divididas em sete grupos (três grupos com cinco seleções e quatro com quatro seleções). Os primeiros lugares de cada grupo se classificaram à Eurocopa de 1980.

Pela primeira vez, o país sede não disputou a fase eliminatória.

Ao conquistar seu segundo título, a Alemanha Ocidental atingiu a terceira final consecutiva da Eurocopa. Entre 1982 e 1990, disputou três finais consecutivas do Mundial, campeã em 1990.

Na última disputa de 3º lugar, na 17ª cobrança, o italiano Fulvio Collovati falhou e Tchecoslováquia terminou o torneio na frente da Itália.

Com 1,88m, excelente no jogo aéreo, o centroavante Horst Hrubesch estava fora da lista alemã, mas como antes do torneio, Klaus Fischer fraturou a perna, ele foi chamado e se transformou no herói da final.

 

Fase Final da Eurocopa de 1980:

 

Grupo A

11/06/1980 - Tchecoslováquia 0 x 1 Alemanha Ocidental

11/06/1980 - Holanda 1 x 0 Grécia

14/06/1980 - Alemanha Ocidental 3 x 2 Holanda

14/06/1980 - Grécia 1 x 3 Tchecoslováquia

17/06/1980 - Holanda 1 x 1 Tchecoslováquia

17/06/1980 - Grécia 0 x 0 Alemanha Ocidental

 

Grupo B

12/06/1980 - Bélgica 1 x 1 Inglaterra

12/06/1980 - Espanha 0 x 0 Itália

15/06/1980 - Bélgica 2 x 1 Espanha

15/06/1980 - Inglaterra 0 x 1 Itália

18/06/1980 - Espanha 1 x 2 Inglaterra

18/06/1980 - Itália 0 x 0 Bélgica

 

Disputa de terceiro lugar

21/06/1980 - Tchecoslováquia 1 (9) x 1 (8) Itália *

* Jogo decidido nos pênaltis, após empate em 1 a 1 no tempo normal e prorrogação.

 

Final

22/06/1980 - Bélgica 1 x 2 Alemanha Ocidental

Hrubesch 10

Vandereycken 75 (pen) 

Hrubesch 88

Estádio Olímpico, Roma

Bélgica: Pfaff, Gerets, Millecamps, Meeuws, Renquin, Van Moer, Vandereycken, Cools, Mommens, Van Der Elst, Ceulemans

Alemanha Ocidental: Schumacher, Kaltz, Förster, Stielike, Dietz, Schuster, Briegel (Cullmann 55), H Müller, K-H Rummenigge, Hrubesch, K Allofs

 

Chamado para substituir Klaus Fischer que havia fraturou a perna, Horst Hrubesch se transformou no herói do 2º título alemão.

Aos 10 minutos, matou a bola no peito e fuzilou Pfaff. E faltando dois minutos para o encerramento do jogo, fez o segundo de cabeça.

 

Colocações:

Campeã: Alemanha Ocidental - 2º título

Vice-campeã: Bélgica

3ª colocada: Tchecoslováquia

4ª colocada: Itália

 

Artilheiro:

Klaus Allofs (Alemanha Ocidental) - 3 gols

 

A Seleção dos melhores da Eurocopa 1980:

GOL: Dino Zoff (Itália)

DEF: Claudio Gentile (Itália)

DEF: Gaetano Scirea (Itália)

DEF: Karlheinz Förster (Alemanha Ocidental)

DEF: Hans-Peter Briegel (Alemanha Ocidental)

MEI: Marco Tardelli (Itália)

MEI: Jan Ceulemans (Bélgica)

MEI: Bernd Schuster (Alemanha Ocidental)

MEI: Hansi Müller (Alemanha Ocidental)

ATA: Karl-Heinze Rummenigge (Alemanha Ocidental)

ATA: Horst Hrubesch (Alemanha Ocidental)

7ª edição – 1984 – França

De 12 – 27 de junho de 1984

Seleções na fase final: 8

Partidas: 15

Gols: 41

Média de gols/partida: 2,73

Mascote: Peno

Seu nome vem da palavra pênalti. É um galo vestido com as cores da França, com o número 84 nas costas.

 

Locais dos Jogos:

Cidade- Estádio- Capacidade

Paris- Parc des Princes- 48.000

Marselha- Vélodrome- 55.000

Lyon- Gerland- 40.000

Saint-Étienne- Geoffroy-Guichard- 53.000

Lens- Félix Bollaert- 49.000

Nantes- La Beaujoire- 53.000

Estrasburgo La Meinau 40.000

 

As eliminatórias contaram com 32 seleções, divididas em sete grupos (três grupos com cinco seleções e quatro com quatro seleções). Os primeiros lugares de cada grupo se classificaram à Eurocopa de 1984.

Desde a expansão do número de seleções da fase final em 1980, a França é única anfitriã a se sagrar campeã.

O ano de 1984 foi perfeito para os “le breus” (os azuis) apelido da seleção francesa. Eles disputaram 12 partidas oficiais (incluindo a Euro) e ganharam todas.

Como recordou Michel Platini: "o Jean Tigana disse-nos que nunca tinha ganho um desempate! Assim, demos o máximo para evitar os pênaltis!". O medo de disputar os pênaltis na semifinal contra Portugal, fez a França virar o placar de 0 x 1 para 2 x 1.

Graças a goleada de 12 a 1 sobre Malta, no saldo de gols, a Espanha eliminou a Holanda na fase classificatória.

 

Fase Final da Eurocopa de 1984:

 

Grupo A

12/06/1984 - França 1 x 0 Dinamarca

13/06/1984 - Bélgica 2 x 0 Iugoslávia

16/06/1984 - França 5 x 0 Bélgica

16/06/1984 - Dinamarca 5 x 0 Iugoslávia

19/06/1984 - França 3 x 2 Iugoslávia

19/06/1984 - Dinamarca 3 x 2 Bélgica

 

Grupo B

14/06/1984 - Alemanha Ocidental 0 x 0 Portugal

14/06/1984 - Romênia 1 x 1 Espanha

17/06/1984 - Alemanha Ocidental 2 x 1 Romênia

17/06/1984 - Portugal 1 x 1 Espanha

20/06/1984 - Alemanha Ocidental 0 x 1 Espanha

20/06/1984 - Portugal 1 x 0 Romênia

 

Semifinais

23/06/1984 - França 3 x 2 Portugal

24/06/1984 - Espanha 1 x 1 Dinamarca

 

Final

27/06/1984 - França 2 x 0 Espanha

Platini 57

Bellone 90

Parc des Princes, Paris

França: Bats, Battiston (Amoros 73), Bossis, Le Roux, Domergue, Tigana, Fernández, Platini, Giresse, Lacombe (Genghini 80), Bellone

Espanha: Arconada, Urquiaga, Salva (Roberto 85), Gallego, Camacho, Julio Alberto (Sarabia 75), Señor, Víctor Muñoz, Francisco López, Santillana, Carrasco

Além do brilho da estrela Michel Platini que abriu o placar e que terminou a competição com nove gols, a péssima partida do goleiro espanhol Luis Miguel Arconada, ajudou no triunfo dos franceses.

 

Colocações: 

Campeã: França - 1º título

Vice-campeã: Espanha

3ª colocada: Dinamarca

4ª colocada: Portugal

 

Artilheiro:

Michel Platini (França) 9 gols

 

A Seleção dos melhores da Eurocopa 1984:

GOL: Harald Schumacher (Alemanha Ocidental)

DEF: Morten Olsen (Dinamarca)

DEF: João Pinto (Portugal)

DEF: Andreas Brehme (Alemanha Ocidental)

DEF: Karlheinz Förster (Alemanha Ocidental)

MEI: Frank Arnesen (Dinamarca)

MEI: Alain Giresse (França)

MEI: Jean Tigana (França)

MEI: Michel Platini (França)

MEI: Fernando Chalana (Portugal)

ATA: Rudi Völler (Alemanha Ocidental)


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!