Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira

A história da Eurocopa de 1960 a 2016 - parte 4

Confira um resumo sobre as edições de 1972 e 1976 da Euro, a 4ª edição e a 5ª edição

Eduardo Colli Publicado em 01/07/2021, às 09h41

Taça da Euro 2020 no Coliseu, na Itália
Taça da Euro 2020 no Coliseu, na Itália - Getty Images

4ª edição – 1972 – Bélgica

De 14 – 18 de junho de 1972

Seleções na fase final: 4

Partidas: 4

Gols: 10

Média de gols/partida: 2,5

Locais dos Jogos:

Cidade- Estádio- Capacidade

Bruxelas- Rei Baudouin- 50.000

Liège- Sclessin- 31.000

Anderlecht- Constant Vanden Stock- 28.000

Antuérpia- Bosuilstadion- 20.000

Na fase classificatória, as 32 seleções foram divididas em oito grupos com quatro seleções cada, os vencedores de cada grupo avançaram para as quartas de final e foram disputados quatro “mata-mata” de 1970 a 1972.

Comandada por Helmut Schön com um quarteto de craques: Franz Beckenbauer, Gerd Müller, Sepp Maier e Paul Breitner e complementados por ótimos jogadores como Uli Hoeness, Jürgen Grabowski e Günter Netzer, entre outros, a Alemanha Ocidental se sagrou campeã.

A geopolítica europeia continuava influenciando fortemente o futebol.

Após a segunda guerra mundial, em 1949, a Alemanha foi dividida em dois países: a República Federal Alemã (Alemanha Ocidental) de orientação capitalista, com capital em Bonn e a República Democrática Alemã (Alemanha Oriental), com Berlim Leste sua capital, que era socialista e sob a influência soviética, que nunca disputou a fase final da Eurocopa. Em 1989, a Alemanha foi reunificada.

Fase Final da Eurocopa de 1972:

Semifinais

14/06/1972 - Bélgica 1 x 2 Alemanha Ocidental

14/06/1972 - Hungria 0 x 1 União Soviética

Disputa de terceiro lugar

17/06/1972 - Hungria 1 x 2 Bélgica

Final

18/06/1972 - Alemanha Ocidental 3 x 0 União Soviética

G Müller 27

Wimmer 52

G Müller 58

Estádio Rei Baudouin, Bruxelas

Alemanha Ocidental: Maier, Höttges, Breitner, Schwarzenbeck, Beckenbauer, Wimmer, Heynckes, U Hoeness, G Müller, Netzer, Kremers

União Soviética: Rudakov, Dzodzuashvili, Khurtsilava, Kaplychniy, Istomin, Konkov, Troshkin, Kolotov, Baidachny (66 Kozynkevych), Banishevski (46 Dolmatov), Onyshchenko

A União Soviética não conseguiu anular os lançamentos de Netzer e as conclusões letais de Gerd Müller, autor dos dois dos gols na fácil vitória da Alemanha no jogo decisivo.

 

Colocações:

Campeã: Alemanha Ocidental - 1º título

Vice-campeã: União Soviética

3ª colocada: Bélgica

4ª colocada: Hungria

 

Artilheiro:

Gerd Müller (Alemanha Ocidental) 4 gols

 

A Seleção dos melhores da Eurocopa 1972:

GOL: Evgeni Rudakov (União Soviética)

DEF: Revaz Dzodzuashvili (União Soviética)

DEF: Franz Beckenbauer (Alemanha Ocidental)

DEF: Paul Breitner (Alemanha Ocidental)

DEF: Murtaz Khurtsilava (União Soviética)

MEI: Uli Hoeness (Alemanha Ocidental)

MEI: Günter Netzer (Alemanha Ocidental)

MEI: Herbert Wimmer (Alemanha Ocidental)

ATA: Raoul Lambert (Bélgica)

ATA: Jupp Heynckes (Alemanha Ocidental)

ATA: Gerd Müller (Alemanha Ocidental)

 

5ª edição – 1976 – Iugoslávia

De 16 – 20 de junho de 1976

Seleções na fase final: 4

Partidas: 4

Gols: 19

Média de gols/partida: 4,75

 

Locais dos Jogos:

Cidade- Estádio- Capacidade

Belgrado- Estrela Vermelha- 54.000

Zagreb- Maksimir- 45.000

Criada a partir da união entre vários antigos reinos e outros territórios, a Iugoslávia foi um país que existiu no sudeste da Europa entre 1929 e 2003. Cada república do país tinha sua própria de grupos étnicos e de religiões.

Após uma sangrenta guerra no final do século XX e o início do século XXI, a Iugoslávia foi extinta e surgiram várias nações: Bósnia e Herzegovina, a Croácia, a Eslovênia, Kosovo, a Macedônia do Norte, Montenegro e a Sérvia.

Divididas em oito grupos com quatro seleções cada, com os vencedores de cada grupo avançando para as quartas de final, a fase classificatória foi jogada entre 1974 e 1976.

Disputaram a fase final: Tchecoslováquia, Holanda, Alemanha Ocidental e a anfitriã Iugoslávia.

Pela primeira e única vez, as quatro partidas da fase final foram decididas após o tempo normal.

Como os dois jogos das semifinais se iniciaram no mesmo dia e hora, o primeiro gol em cada partida saiu no mesmo momento, aos 19 minutos: Anton Ondruš da Tchecoslováquia e Danilo Popivoda da Iugoslávia. O UEFA não consegue informar qual dos dois aconteceu primeiro.

O único título de campeão europeu da Tchecoslováquia foi conquistado com a cobrança de pênalti mais famosa da história, a “cavadinha” de Antonín Panenka contra o excepcional Sepp Mayer. Muito copiada, anos depois Panenka brincou: "Se fosse algo patenteável, eu tinha tratado disso".

Após os treinos, ele e um goleiro Bohemians Praga (equipe onde jogava) apostavam “um chocolate ou uma cerveja” nas disputas de pênaltis. Quando aperfeiçoou a “cavadinha” ou cobrança “à Panenka”, ele recorda “ter aumentado o peso, pois ganhava as apostas".

 

Fase Final da Eurocopa de 1976:

Semifinais

16/06/1976 - Tchecoslováquia 3 x 1 Holanda

17/06/1976 - Iugoslávia 2 x 4 Alemanha Ocidental

Disputa de terceiro lugar

19/06/1976 - Holanda 3 x 2 Iugoslávia

Final

20/06/1976 - Tchecoslováquia 2 x 2 Alemanha Ocidental *

Švehlík 8 D Müller 28

Dobiaš 25 Hölzenbein 89

* Após empate em 2 a 2 no tempo normal e na prorrogação, a Tchecoslováquia foi campeã da Eurocopa 1976 ao vencer por 5 a 3 a Alemanha Ocidental nas penalidades.

Estádio FK Crvena zvezda, Belgrado

Tchecoslováquia: Viktor, Dobiaš (Veselý 19), Čapkovič, Ondruš, Pivarník, Panenka, Móder, Masný, Nehoda (Biroš 80), Gögh, Švehlík

Alemanha Ocidental: Maier, Vogts, Dietz, Schwarzenbeck, Beckenbauer, Wimmer (Flohe 46), Bonhof, U Hoeness, D Müller, Beer (Bongartz 80), Hölzenbein

O gol de Hölzenbein salvou a Alemanha da derrota no tempo normal, persistiu o empate na prorrogação, mas na disputa por pênaltis não teve jeito, os tchecos se sagraram campeões.

Destaque para o primeiro pênalti batido com a “cavadinha”, convertido pelo tcheco Antonín Panenka, talvez o pênalti mais famoso de todos os tempos.

 

Colocações:

Campeã: Tchecoslováquia - 1º título

Vice-campeã: Alemanha Ocidental

3ª colocada: Holanda

4ª colocada: Iugoslávia

 

Artilheiro:

Dieter Muller (Alemanha Ocidental) 4 gols

 

A Seleção dos melhores da Eurocopa 1976:

GOL: Ivo Viktor (Tchecoslováquia)

DEF: Anton Ondruš (Tchecoslováquia)

DEF: Ján Pivarník (Tchecoslováquia)

DEF: Ruud Krol (Países Baixos)

DEF: Franz Beckenbauer (Alemanha Ocidental)

MEI: Antonín Panenka (Tchecoslováquia)

MEI: Jaroslav Pollák (Tchecoslováquia)

MEI: Rainer Bonhof (Alemanha Ocidental)

MEI: Dragan Džajić (Iugoslávia)

ATA: Zdeněk Nehoda (Tchecoslováquia)

ATA: Dieter Müller (Alemanha Ocidental)


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!