Sportbuzz
Testeira

A história da Eurocopa de 1960 a 2016 - parte 2

Confira um resumo sobre a edição de 1960 da Euro, a 1ª edição

Eduardo Colli Publicado em 01/07/2021, às 08h52

Taça da Euro 2020 no Coliseu, na Itália - Getty Images
Taça da Euro 2020 no Coliseu, na Itália - Getty Images

1ª edição – 1960 – França

De 6 a 10 de julho de 1960

Seleções na fase final: 4

Partidas: 4

Gols: 17

Média de gols/partida: 4,25

Locais dos Jogos:

Cidade- Estádio- Capacidade

Paris- Parc des Princes- 48.700

Marselha- Stade Vélodrome- 60.000

Em 1946, o estadista britânico Wiston Churchill afirmou que “cortina de ferro havia descido na Europa”, apontando os esforços da União Soviética ou URSS – União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, para bloquear a si mesma e seus estados satélites do contato aberto com o Ocidente.

Era uma linha imaginária que dividiu a Europa entre a influência soviética: a Europa Ocidental ou do Leste e a de influência capitalista: a Europa Ocidental.

E o futebol não escapou da política. No sorteio, a Espanha iria disputar uma vaga para fase final contra a União Soviética, mas o ditador espanhol de extrema direita Francisco Franco impediu que a “Fúria” (apelido da seleção espanhola) fosse jogar em Moscou.

Para participar da fase classificatória, cada seleção pago “irrisórios” 95 euros de taxa de inscrição.

Sem a participação da Alemanha Ocidental, Itália, Inglaterra e outras seleções das ilhas britânicas, apenas 17 seleções inscritas na fase classificatória, com as equipes jogando fora e em "casa" até às semifinais.

O prêmio para cada jogador soviético após a conquista da 1ª Eurocopa foi equivalente a 200 euros. Na festa na Torre Eiffel após a final, o capitão Viktor Ponedelnik relembrou seu encontro com Santiago Bernabéu, então presidente do Real Madrid; “ele estava pronto para contratar metade da nossa equipa sem qualquer hesitação. Nós evitámos essa conversa…".

 

Fase Final da Eurocopa de 1960

Semifinais

06/07/1960 - França 4 x 5 Iugoslávia

06/07/1960 - Tchecoslováquia 0 x 3 União Soviética

 

Disputa de terceiro lugar

09/07/1960 - Tchecoslováquia 2 x 0 França

 

Final

10/07/1960 - União Soviética 2 x 1 Iugoslávia

Metreveli 49 Galić 43

Ponedelnik 113

Parc des Princes, Paris

União Soviética: Yashin, Chokheli, Maslenkin, Krutikov, Voinov, Netto, Metreveli, Ivanov, Ponedelnik, Bubukin, Meskhi

Iugoslávia: Vidinić, Djurković, Jusufi, Žanetić, Miladinović, Perušić, Šekularac, Jerković, Galić, Matuš, Kostić

 

A Iugoslávia dominou quase toda a partida, abriu o marcador e goleiro Lev Yashin (apelidado de Aranha Negra por jogar todo de preto) evitou que os soviéticos sofressem mais gols.

Viktor Ponedelnik empatou no início do 2egundo tempo e deu o título para a URSS na prorrogação.

 

Campeã: União Soviética - 1º título

Vice-campeã: Iugoslávia

3ª colocada: Tchecoslováquia

4ª colocada: França

 

Artilheiros:

Francois Heutte (França)

Valentin Ivanov e Viktor Ponedielnik (União Soviética)

Milan Galic e Drazen Jerkovic (Iugoslávia) 2 gols

 

A Seleção dos melhores da Eurocopa 1960:

GOL: Lev Yashin (União Soviética)

DEF: Vladimir Djuković (Iugoslávia)

DEF: Ladislav Novák (Tchecoslováquia)

MEI: Igor Netto (União Soviética)

MEI: Josef Masopust (Tchecoslováquia)

MEI: Valentin Ivanov (União Soviética)

ATA: Slava Metreveli (União Soviética)

ATA: Milan Galić (Iugoslávia)

ATA: Viktor Ponedelnik (União Soviética)

ATA: Dragoslav Šekularac (Iugoslávia)

ATA: Borivoje Kostić (Iugoslávia)

A fase final foi quase uma fase vermelha, disputada por 4 seleções, a anfitriã França, as três seleções do bloco do leste ou comunista: União

Soviética, Tchecoslováquia e Iugoslávia.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!