Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Coronavírus » BOMBA BIOLÓGICA!

Prefeito da cidade mais afetada pelo coronavírus na Itália diz: "Jogo entre Atalanta e Valencia foi uma bomba biológica"

Já foram contabilizadas mais de 500 mortes no local e o governante admitiu falta de preparo para a epidemia

Isabelly Cristaldo Publicado em 25/03/2020, às 14h06

Prefeito da cidade de Bérgamo falou sobre a epidemia de COVID-19
Prefeito da cidade de Bérgamo falou sobre a epidemia de COVID-19 - GettyImages

A partida que levou a Atalanta para uma classificação histórica da equipe italiana, contra o Valencia, pode ter sido o grande motivo para que Bérgamo, na Itália, fosse uma das cidades mais afetadas no mundo pelo coronavírus.

Pelo menos foi o que afirmou o presente da cidade, Giorgio Gori, em suas redes sociais nesta terça-feira, 24.

Segundo o político, aproximadamente 40 mil torcedores viajaram para Milão para acompanhar de pertinho o jogo e podem ter se contaminado coletivamente.

O jogo foi uma bomba biológica. Naquela época, não sabíamos o que estava acontecendo. O primeiro paciente na Itália surgiu em 23 de fevereiro. Se o vírus já estava em circulação, os 40 mil torcedores que foram ao San Siro foram infectados. Ninguém sabia que o vírus estava circulando entre nós”, afirmou Giorgio.

Além da presença dos torcedores muitos próximos uns aos outros no estádio, as aglomerações causadas pela vitória histórica também podem ter contribuído para que o vírus se espalhasse.

Muitos assistiram ao jogo em grupos e houve muito contato naquela noite. O vírus foi transmitido de um para o outro”, lamentou a autoridade.

Ainda na semana passada, o Valencia fez um anúncio afirmando que um terço de sua equipe, incluindo jogadores e comissão técnica, testaram positivo para o COVID-19.

O time espanhol foi derrotado por 4 a 1, na partida de ida, em 19 de fevereiro, e na volta, perdeu por 4 a 3, em jogo com portões fechados justamente por conta do novo coronavírus.

O duelo no San Siro ocorreu na metade do mês passado, na mesma semana em que o primeiro caso de coronavírus foi registrado na região.

Desde então, Bérgamo se tornou uma das cidades mais afetadas da Itália, que se tornou o grande foco da pandemia do COVID-19 em todo o mundo neste momento.

As autoridades do país não divulgam números exatos por cidade, apenas por região. E Lombardia, onde está Bérgamo, registra mais de 500 mortes, sendo a área afetada de forma mais dura pelo vírus, chegando ao extremo de as funerárias não conseguirem dar conta dos funerais.

Apesar de acreditar que o jogo possa ter sido um grande local de propagação da doença, Gori também afirmou que acredita que o estopim para o contágio em massa tenha sido no Hospital Alzano Lombardo.

“O jogo foi um fator, mas o hospital é a explicação mais plausível. Não sabemos exatamente quando, mas um dia um paciente apareceu com pneumonia, e os sintomas não foram reconhecidos. O paciente estava junto com outros pacientes, que se infectaram, assim como médicos e enfermeiros”.

Ao final, Giorgio deixou um alerta aos demais países e reconheceu o erro na defesa contra o COVID-19:

Nossa defesa foi construída enquanto a epidemia crescia. Nós subestimamos os riscos. Sabendo o que aconteceu na China, toda a Europa deveria ter se preparado melhor. Ao mesmo tempo, estamos vendo governantes que não estão agindo rápido o suficiente.”


SportBuzz agora está no Spotify! Você quer ficar por dentro de todas as novidades do universo esportivo e dos seus atletas preferidos? Acesse https://spoti.fi/2HmL6A4 não dê mais nenhuma bola fora com o seu time do coração!