Sportbuzz
Coronavírus / TÊNIS!

Djokovic tem visto cancelado novamente, e advogados tentam reverter

Com o cancelamento do visto de Djokovic pela segunda vez, o tenista sérvio corre o risco de não jogar o Australian Open

Redação Publicado em 14/01/2022, às 07h09

Djokovic, jogador de tênis - GettyImages
Djokovic, jogador de tênis - GettyImages

A ideia até então era que Djokovic fizesse sua estreia no Australian Open diante do compatriota Miomir Kecmanovic. No entanto, as coisas voltaram a ficar complicadas para o sérvio nesta sexta-feira, 14. Acontece que o tenista número 1 do mundo teve seu visto cancelado pela segunda vez, com a possibilidade de ser deportado, o que coloca sua participação em dúvida.

O anúncio do cancelamento do visto do atleta foi feito na manhã desta sexta aqui no Brasil, pelo ministro da imigração da Austrália, Alex Hawke. Em sua fala, ele ainda fez questão de afirmar que está procurando imediatamente meios para que consiga a deportação da estrela do tênis do país o mais rápido possível. 

Canal - SportBuzz

"Hoje eu exerci meu poder sob a seção 133C (3) da Lei de Migração para cancelar o visto detido pelo senhor Novak Djokovic por motivos de saúde e ordem, com base no interesse público de fazê-lo", disse o ministro no trecho divulgado.

Alex Hawke também explicou que ao tomar tal decisão com relação a Djokovic, considerou todas as informações que foram fornecidas pelo Departamento de Assuntos Internos do país, pela Força de Fronteira Australiana e também pelo próprio tenista, sendo que cada ponto foi analisado de forma mais cautelosa possível por ele.

Djokovic com a raquete na mão
Djokovic, jogador de tênis, com a raquete na mão (Crédito: GettyImages)

 

Além de Hawke, o primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, já havia afirmado que o cancelamento do visto do tenista sérvio foi algo "de interesse público", e que os cidadãos australianos têm o direito de saber que seus "muitos sacrifícios", que foram feitos durante o período de pandemia, estejam sempre sendo protegidos.

"Os australianos fizeram muitos sacrifícios durante esta pandemia e esperam que o resultado desses sacrifícios seja protegido", reforçou Morrison no comunicado.

A decisão do cancelamento do visto de Djokovic veio depois de na última quarta-feira, 12, o sérvio ter admitido não ter cumprido o isolamento necessário depois de ter testado positivo para o coronavírus, além de revelar que houve um erro no preenchimento do formulário que foi apresentado na imigração. 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Novak Djokovic (@djokernole)

 


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!