Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Coronavírus » CRISE!

Dirigente do Cruzeiro afirma que coronavírus agravou crise no clube e diz: "Vendendo o almoço para pagar o jantar"

A Raposa está enfrentando severa crise financeira, com queda no programa sócio-torcedor e atrasos no pagamento do elenco

Isabelly Cristaldo Publicado em 24/04/2020, às 09h27

Cruzeiro está enfrentando severa crise financeira
Cruzeiro está enfrentando severa crise financeira - Vinicius Silva / Cruzeiro

O Cruzeiro está enfrentando uma grande crise neste ano!

Após o rebaixamento na última temporada, dívidas acumuladas e cobranças da Fifa, a pandemia do novo coronavírus chegou para complicar mais ainda a vida financeira do clube.

Com o futebol brasileiro todo paralisado, devido ao vírus, o time não tem mais as receitas geradas pelas bilheterias dos jogos, porém o prejuízo está longe de ser só esse.

Os clubes sociais de Belo Horizonte estão fechados, o que fez com que os ganhos da Raposa referentes a este segmento caíssem pela metade, segundo Saulo Fróes afirmou, em entrevista ao Globo Esporte.

Segundo o presidente do conselho gestor, a queda em torno de 50% também atingiu as o programa de sócio-torcedor.

"Com referência às receitas, nós tivemos alguns problemas sérios, porque as receitas do clube campestre e da sede do Barro Preto, de associados, caíram na faixa de 50%, o sócio-torcedor também caiu mais ou menos nessa proporção", contou o gestor.

Vale lembrar que a reformulação do programa foi vista pelo dirigente como uma das principais formas de gerar receita em meio ao processo de reconstrução. Fróes admite que essa queda de receita deixou o clube em uma situação difícil.

“Isso é muito ruim, porque para nós essa receita é vital, porque o clube continua lá, e nós temos as despesas fixas. Elas não caem 50%. Caem, às vezes, entre 10 e 20%, no máximo 30%. Então, nós ainda temos esse problema. E a receita de sócio-torcedor caiu nessa proporção, o que nos levou a uma situação um pouco difícil”, completou.

Sem jogos e entrevistas coletivas, diminui também a exposição das marcas que patrocinam o clube. Diante deste cenário, alguns patrocinadores pediram para prorrogar em 60 dias o prazo para pagamento ao Cruzeiro.

Segundo Saulo, a situação atrapalhou o fluxo de caixa, o que fez com que houvesse atraso no pagamento dos salários de março ao elenco. A previsão da diretoria é de quitar os débitos até o quinto dia útil de maio.

“Também tivemos os patrocínios... Não perdemos nenhum patrocínio, mas eles pediram prorrogação de 60 dias, e isso prejudicou o nosso fluxo de caixa. Estamos tentando arrumar outras alternativas para suprir, por isso que acabou atrasando a folha de pagamento. Mas nós já estamos bem adiantados com uma negociação administrativa e financeira para quitar isso. A pandemia prejudicou todos os clubes e, principalmente, o Cruzeiro, que já vinha com uma situação muito difícil, quase que vendendo o almoço para pagar o jantar."

Porém, apesar das notícias preocupantes, Saulo se manteve positivo:

"Aconteceu isso, mas temos certeza que vamos equilibrar e resolver isso o mais rápido possível. Boas notícias virão até o início de maio, eu tenho certeza."


5 itens que todo torcedor do Cruzeiro precisa ter

1- Almanaque do cruzeiro - https://amzn.to/2MZbr9J

2- Caneca Gel Cruzeiro Escudo - https://amzn.to/32FNYBe

3- Camisa Umbro Cruzeiro Oficial 1 2019 - https://amzn.to/2W7ZAKM

4- Conjunto 4 Copos Dose Olé - Cruzeiro Escudos - https://amzn.to/2W6hAFd

5- Boné Aba Reta Cruzeiro - https://amzn.to/33PPcK2

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!