Sportbuzz
Coronavírus / CRISE

Atletas italianos aceitam acordo e ficarão quatro meses sem receber salário!

Os jogadores da Roma entraram em acordo com os dirigentes do clube para amenizar os efeitos da crise

Isabelly Cristaldo Publicado em 20/04/2020, às 10h46

Atletas da Roma aceitaram o acordo com os dirigentes - GettyImages
Atletas da Roma aceitaram o acordo com os dirigentes - GettyImages

A crise no meio esportivo só aumenta devido a paralisação do futebol mundial, em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Um dos países mais afetados do mundo foi a Itália, que ainda luta para se recuperar da doença. Neste cenário difícil, atletas e comissão técnica da Roma entraram em acordo com a direção do clube e aceitaram ficar sem receber salários durante quatro meses.

O anúncio da decisão foi feito neste domingo, 19, através de um comunicado oficial via redes sociais. Porém, apesar da decisão acordada, os atletas pediram ao clube que os demais funcionários recebam ajuda integral, de acordo com o sistema de segurança social do governo italiano.

Ainda de acordo a nota, a direção do clube também abrirá mão de uma porcentagem de seus ganhos.

"Sempre conversamos sobre a união na Roma e, voluntariamente, cortamos seus salários pelo resto da temporada. Os jogadores, o técnico e sua comissão provaram que realmente estamos nisso juntos. O capitão do clube Dzeko, todos os jogadores e o técnico Paulo Fonseca demonstraram entender o que esse clube representa. Também agradecemos a todos pelo excelente gesto em relação aos funcionários deste clube", afirmou o executivo-chefe Guido Fienga.

O clube também anunciou que, caso a atual temporada retorne nos próximos meses, fará um plano de incentivos a ser pago "sujeito ao alcance de certos objetivos esportivos".

De acordo com a direção da Roma, os jogadores estão na expectiva para retornar o quanto antes, porém sabem das dificuldades do atual momento, com cerca de 23 mil mortos até o momento.

"Também percebemos que tudo isso não será suficiente para enfrentar as conseqüências econômicas da atual emergência, com a esperança de fazer algo que ajude a empresa a reiniciar melhor o projeto que todos compartilhamos", disse a direção da Roma.

Além da equipe romana, atletas da Juventus, Parma e Cagliari também entraram em acordo com suas direções e decidiram reduzir seus salários.

Contudo, o sindicato dos jogadores recusou a recomendação de que todos os clubes da Série A façam cortes semelhantes em suas folhas de pagamento. A entidade alegou que os clubes menores não tem capacidade de pagar reduções e não poderiam aceitar tais mudanças bruscas.

O Campeonato Italiano foi interrompido no dia 9 de março e segue sem previsão do retorno de suas atividades.


5 itens de times internacionais que todo amante do futebol vai querer ter

1- Camisa Juventus 1985 Retrô - https://amzn.to/2JeQQgo

2- Caneca Scandinavia Real Madrid - https://amzn.to/2oh7iWs

3- Porta Tênis c/ 2 divisões Manchester City - https://amzn.to/32GlAin

4- Funko Pop! Paris Saint-Germain Kylian Mbappé - https://amzn.to/2pJkLGO

5- Bola Bolsa Esportiva Barcelona - https://amzn.to/2MGSGsQ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!