Sportbuzz
Ciclismo / TOP 20

Ciclismo: confira os atletas mais bem pagos do mundo

Com jovem esloveno no topo, ciclistas dividem ranking dos atletas mais bem pagos do mundo e salários por temporada chegam a R$ 37 milhões; confira a lista

Redação Publicado em 21/03/2022, às 16h24

Ciclismo: Confira os atletas mais bem pagos do mundo - GettyImages
Ciclismo: Confira os atletas mais bem pagos do mundo - GettyImages

O esloveno Tadej Pogacar, de 23 anos, tornou-se o cliclista de estrada mais bem pago do mundo. Com salário de R$ 37,5 milhões por temporada, o bicampeão do Tour de France assumiu o topo da lista no segundo semestre do ano passado. As informações foram divulgadas por uma reportagem do jornal italiano “Gazzetta dello Sport”.

Com os vencimentos milionários na temporada 2021/22, o jovem atleta da UAE Team Emirates ultrapassou o multicampeão britânico Chris Froome, da Israel Star-Up Nation, que tem salário anual de R$ 34,2 milhões. Pogacar também superou o eslovaco Peter Sagan, tricampeão mundial e que divide a segunda posição com salário de R$ 34,2 milhões. O ciclista da Total Energies dominou a lista nos últimos anos.

Canal - SportBuzz:

Únicos sul-americanos no top 10 do ranking divulgado pelo jornal italiano, o colombiano Egan Bernal e o equatoriano Richard Carapaz recebem R$ 17,4 milhões e R$ 13,7 milhões, respectivamente, por temporada. Ambos são integrantes da Team Ineos. O ciclista do Equador é o atual campeão olímpico e subiu ao pódio das Olimpíadas de Tóquio junto com Pogacar, medalhista de bronze.

Entre os dez ciclistas de estrada mais bem pagos do mundo também estão: Geraint Thomas (4º), Michał Kwiatkowski (6º), Julian Alaphilippe (7º), Julian Alaphilippe (8º) e Julian Alaphilippe (9º). A lista divulgada pela “Gazzetta dello Sport” revelou os 20 maiores salários da modalidade, com o colombiano Fernando Gaviria fechando a lista.

Peter Sagan, Sonny Colbrelli, Primoz Roglic and Tadej Pogacar
Peter Sagan, Sonny Colbrelli, Primoz Roglic e Tadej Pogacar (da esquerda para a direita) (Crédito: GettyImages)

 

Confira os 20 ciclistas de estrada mais bem pagos do mundo (por temporada):

1. Tadej Pogačar (UAE Team Emirates) – R$ 37,5 milhões
2. Chris Froome (Israel Start-Up Nation) – R$ 34,2 milhões
3. Peter Sagan (Total Energies) – R$ 34,2 milhões
4. Geraint Thomas (Team Ineos) – R$ 21,7 milhões
5. Egan Bernal (Team Ineos) – R$ 17,4 milhões
6. Michał Kwiatkowski (Team Ineos) – R$ 15,5 milhões
7. Julian Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep) – R$ 14,3 milhões
8. Wout van Aert (Jumbo-Visma) – R$ 13,7 milhões
9. Alejandro Valverde (Movistar) – R$ 13,7 milhões
10. Richard Carapaz (Team Ineos) – R$ 13,7 milhões
11. Vincenzo Nibali (Astana) – R$ 13,1 milhões
12. Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix) – R$ 12,45 milhões
13. Adam Yates (Team Ineos) – R$ 12,45 milhões
14. Primoz Roglič (Jumbo-Visma) – R$ 12,45 milhões
15. Thibaut Pinot (Groupama-FDJ) – R$ 12,45 milhões
16. Jakob Fuglsang (Astana) – R$ 12,45 milhões
17. Romain Bardet (DSM) – R$ 12,45 milhões
18. Elia Viviani (Cofidis) – R$ 11,8 milhões
19. Nairo Quintana (Arkea) – R$ 11,8 milhões
20. Fernando Gaviria (UAE) – R$ 11,2 milhões

TOP 3

Peter Sagan

Mais seguido nas redes sociais entre os ciclistas do mundo, Peter Sagan continuou entre os mais bem pagos do esporte apesar de resultados discretos nos últimos anos competitivos. O atleta eslovaco da Total Energies recebe R$ 34,2 milhões por temporada e soma mais de 1,9 milhão de seguidores no Instagram.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Peter Sagan (@petosagan)

 

Christopher Froome

Empatado em salário anual com Peter Sagan, o britânico Christopher Froome recebe R$ 34,2 milhões por temporada. Três vezes campeão do mundo, ele tem contrato com a Israel Start-Up Nation. Em 2019, o multicampeão sofreu um grave acidente durnate um reconhecimento de percurso, que o deixou longe dos circuitos por um tempo por conta de uma lesão no fêmur.

Tadej Pogacar

Líder da lista, o esloveno conquistou seu primeiro título do Tour de France em 2020. Após a conquista, ele assinou o contrato com a UAE Team Emirates até 2026 e renovou o vínculo para 2027 cinco meses depois, quando faturou o segundo Tour de France, em 2021. Com o novo acordo, o seu salário aumentou para R$ 37,5 milhões por ano. Em 2019, ele recebeu 41 mil euros na temporada.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Tadej Pogačar (@tadejpogacar)

 


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!