Sportbuzz
Testeira
Colunistas / Carlos Orlando Barbosa / Formula 1: 14ª ETAPA – GRANDE PRÊMIO DA ITÁLIA

Verstappen e Hamilton batem e Mclaren faz a festa

O GP da Itália deu muito assunto para discussão por várias semanas

Redação Publicado em 13/09/2021, às 12h15

Acidente entre Hamilton e Verstappen - Getty Images
Acidente entre Hamilton e Verstappen - Getty Images

Para esquentar ainda mais a temporada 2021, o circuito de MONZA foi palco do ápice da rixa entre Verstappen/Red Bull e Hamilton/Mercedes.

O cenário começou a ser montado já no sábado com a classificação sprint. O 2º teste do ano.

O grid para as 18 voltas/100km, ficou com Bottas/Mercedes em 1º seguido de Hamilton, Verstappen, Norris/McLaren e Ricciardo/McLaren.

Na largada Hamilton não conseguiu uma boa tração e caiu para 5ª posição.

O grid para domingo ficou com Bottas, Verstappen, Norris, Ricciardo e Hamilton.

Porém, como a Mercedes fez alterações na unidade de potência do carro do Bottas, como punição, Bottas caiu para último lugar. Assim, a pole caiu no colo do Verstappen.

No domingo a estratégia da Mercedes para ganhar a corrida foi usar uma estratégia diferente. Hamilton largou com pneus duros enquanto todos os outros largaram com pneus macios.

Na largada o Ricciardo, que aprendeu com a falha do Hamilton no sábado, tracionou muito bem e saiu na frente do Verstappen.

Hamilton também largou bem, passou por Norris e foi ultrapassar Verstappen, mas após tocarem rodas e para não bater, passou por sobre as zebras e caiu novamente para 4ª posição.

Na 22ª volta Ricciardo foi para os boxes para troca de pneus, retornado em 7º lugar.

Na 24ª volta Verstappen fez uma péssima parada para troca de pneus. 11.1s sendo que o recorde da Red Bull é de 1.88s

Nesta mesma volta, Hamilton ultrapassou Norris e assumiu a liderança da prova. Verstappen voltou na 9ª posição.

Na 26ª volta Hamilton fez a parada para colocar pneus macios. Tempo ruim também com 4.2s, mas na Mercedes não é surpresa.

Momentos antes do acidente de Hamilton e Verstappen - Créditos / Getty Images

 

No retorno para pista, Hamilton volta exatamente quando Verstappen estava chegando. Hamilton consegue colocar o carro a frente, mas na sequência da curva 1, onde só passa um carro, Verstappen subiu literalmente no carro do Hamilton.

Um acidente espetacular, que felizmente e graças ao halo de segurança não foi mais grave.

Verstappen e Hamilton ficaram fora da corrida na 26ª volta.

Acidente de Hamilton e Verstappen - Créditos / Getty Images

 

Está muito claro que entre os dois não haverá trégua. Ninguém irá tirar o pé para aliviar para o outro. “Nóis capota, mais num breca” nunca foi tão bem aplicado..

Este é um problema para a FIA. Hamilton e Verstappen terão que ser enquadrados, ou teremos acidentes graves em disputas não pela habilidade, mas sim pela vaidade.

Na corrida o domínio foi da McLaren com Ricciardo vencendo o GP de ponta a ponta, seguido de Norris, Bottas e Leclerc/Ferrari.

O destaque ficou para o Bottas que mesmo saindo em último, fez uma corrida de recuperação e terminou em 2º no pódio.

Ricciardo e Bottas após a corrida - Créditos / Getty Images

 

Ainda no domingo, a FIA puniu o Verstappen pelo acidente com 3 posições no grid no GP da Rússia.

O próximo GP será na Rússia, autódromo de Sóchi, dia 26 de setembro.

Ricciardo e Norris após a corrida - Créditos / Getty Images

 

 

MUNDIAL DE PILOTOS (10+)

1-M. Verstappen, 226,5 pontos

2-L. Hamilton, 221,5 pontos

3- V. Bottas, 141 pontos

4- L. Norris, 132 pontos

5- S. Pérez, 118 pontos

6- C. Leclerc, 104 pontos

7- C. Sainz jr, 97,5 pontos

8- D. Ricciardo, 83 pontos

9- P. Gasly, 66 pontos

10- F. Alonso, 50 pontos

 

MUNDIAL DE CONSTRUTORES (5+)

1-Mercedes, 362,5 pontos

2-Red Bull/Honda, 344,5 pontos

3-McLaren/Mercedes, 215

4-Ferrari, 201,5 pontos

5-Alpine/Renaut, 95


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!