Sportbuzz
Testeira
Colunistas / Bel Mota / BEL E AS FERAS

Mariana Becker para o Bel e as Feras: a dinâmica dos dias de corrida

Mariana Becker contou com exclusividade ao Bel e as Feras como é sua rotina nos dias de corrida e como faz para manter o equilíbrio nesse meio

Redação Publicado em 20/03/2022, às 08h00 - Atualizado às 10h32

Mariana Becker em entrevista ao Bel e as Feras - Reprodução/Instagram
Mariana Becker em entrevista ao Bel e as Feras - Reprodução/Instagram

Mariana Becker é referência quando o assunto é cobertura automobilística, especialmente quando falamos do papel da mulher nesse meio ainda tão masculino. Em entrevista ao podcast "Bel e as Feras", apresentado pela jornalista Bel Mota ao SportBuzz, a repórter contou como é a dinâmica nos dias de corrida, e como faz para conseguir manter o equilíbrio.

Apesar de estar distante das pistas e dos microfones por conta da recente lesão que sofreu no tornozelo, Mariana Becker costuma estar bem pertinho dos carros, no paddock, ou até mesmo nos boxes, para ter uma visão melhor antes da corrida. Já quando a bandeira de largada começa a tremular, ela está no grid.

Canal - SportBuzz

"No paddock hoje, diferentemente dos outros dias, que você podia ser acolhida dentro de alguma equipe que você tivesse uma boa relação, a Ferrari geralmente acolhia independentemente da relação que você tinha sendo você repórter permanente, você podia sentar ali, mas hoje você não tem mais cadeira nenhuma em lugar nenhum, nem sombra", iniciou.

A repórter ainda lembrou das dificuldades, e diferenças na forma de se colocar ao longo da cobertura por conta da pandemia de coronavírus. Se antes o acesso dos repórteres era mais próximo, e humanizado com as equipes e pilotos que tinham afinidade, hoje tudo se resume a segurança que eles precisam proporcionar para eles mesmos e os demais profissionais.

Mariana Becker em entrevista com Lewis Hamilton
Mariana Becker em entrevista com Lewis Hamilton (Crédito: Reprodução/Instagram)

 

"Por causa do Covid não pode se aglomerar, então mesmo que a gente faça um teste a cada quatro dias, mesmo depois que você esteja vacinado, você não pode esquecer que mesmo sendo vacinado você pode ser transmissor, e uma vez que você transmite naquele ambiente, você está colocando a Fórmula 1 inteira em risco, seu trabalho inteiro, sua equipe inteira", contou. 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por BEL E AS FERAS (@belmota)

 

Na vida, Mariana lembra que em pouquíssimas vezes na vida se desequilibrou emocionalmente no momento em que exercia a profissão. No entanto, houve casos em que não estava equilibrada em questões extras, mas que tinha que encontrar um meio termo para que pudesse trabalhar 100% focada.

Para saber mais sobre como Mariana Becker faz para equilibrar vida pessoal e trabalho, e os demais desafios da profissão da repórter, acesse o episódio completo do podcast Bel e as Feras nas plataformas de áudio (clique aqui) e através das redes sociais você tem acesso a demais conteúdos da entrevista.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!