Sportbuzz
Testeira
Colunistas / Bel Mota / BEL E AS FERAS

Bel e as Feras recebe Natalia Guitler, a rainha do futevôlei

Em entrevista exclusiva ao Bel e as Feras, Natalia Guitler abriu o jogo sobre frustração, rotina no futevôlei e seus sonhos para a carreira

Redação Publicado em 06/03/2022, às 08h00

Natalia Guitler e Bel Mota para o Bel e as Feras - Guilherme Assumpção / SportBuzz
Natalia Guitler e Bel Mota para o Bel e as Feras - Guilherme Assumpção / SportBuzz

Natalia Guitler é, sem dúvidas, um dos maiores nomes do futevôlei feminino do país e do mundo. Em entrevista exclusiva ao "Bel e as Feras", para a jornalista Bel Mota, a atleta abriu o jogo sobre âmbitos da sua vida pessoal, falou sobre sua rotina no esporte e também contou como lida com as frustrações em meio a tantos sonhos que têm para realizar.

Com 34 anos, não foi da noite para o dia que Natalia Guitler se tornou referência no futevôlei e também no teqball, mas foi quase assim que ela se deu conta de que estar no mundo do esporte era o que queria para a sua vida. Tendo três irmãos mais velhos, ela contou que sua família sempre incentivou a prática de esportes em sua casa, e o caminho foi traçado naturalmente.

Canal - SportBuzz

"Pelo fato de ter três irmãos mais velhos, eu sempre fui ligada ao esporte, então eu tinha que competir e brincar com eles, então eu tive que me reinventar quando eu era criança, eu tive que falar 'pô, se eu não jogar bem eu não vou brincar, eu não vou jogar, eu vou ficar ali brincando de boneca'. Eu tinha boneca, eu também gostava, só que eu queria estar com eles", contou.

Com a vontade de estar ao lado dos irmãos, mas sabendo que para isso precisava treinar e jogar bem, Natalia contou que foi aí que o esporte começou de verdade a fazer parte da sua vida, quando ela passou a se dedicar, com isso viu que tinha que se superar a cada dia, ainda que naquele momento fosse um ambiente muito masculino.

Natalia Guitler, atleta que deu entrevista ao Bel e as Feras
Natalia Guitler, atleta que deu entrevista ao Bel e as Feras (Crédito: Reprodução/Instagram)

 

"Eu sempre tive mais amigo homem, sempre, desde sempre e até hoje. Eu tenho amigas mulheres, confio, mas eu acho que o homem é mais o meu estilo assim, mais descolado. Ou mulheres que treinam e que gostam dessa mesma pegada, tenho amigas que não são e tudo bem, mas como a gente é mais radical, puxa para esse lado", disse.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por BEL E AS FERAS (@belmota)

 

No entanto, Natalia Guitler não fica somente focada no futevôlei, onde foi campeã mundial, ou no teqball, que também levantou troféu. A atleta possui uma conta no Instagram que conta com mais de dois milhões de seguidores, que alimenta com imagens de treinos, lances de jogos e fotos de seus momentos pessoais. Apesar de ser difícil, ela sabe da importância desse contato.

"É um processo complicado as vezes, você tem que ficar com mil coisas, mas eu tento conciliar porque eu vejo que é muito importante você ter essa comunicação. A galera me pede muito para ver os treinos, as vezes eu até falo 'gente, mas eu estou mostrando muito meus treinos, melhor diminuir um pouquinho aqui, mostrar outras coisas", brincou.

Para saber mais sobre os planos de Natalia Guitler para o futuro, a forma como ela lida com as frustrações, e os sonhos que ainda quer alcançar na vida, acesse o episódio completo do podcast Bel e as Feras nas plataformas de áudio (clique aqui) e através das redes sociais você tem acesso aos cortes do dia da entrevista da atleta no estúdio do SportBuzz.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!