Sportbuzz
Testeira
Basquete / NBA

NBA não fará testes de drogas recreativas na volta da temporada na ‘bolha’ da Disney

Liga entrou em acordo com associação de atletas e não deve testar jogadores, diz jornalista

Gabriela Santos Publicado em 24/07/2020, às 14h40

Adam Silver, comissário da NBA - GettyImages
Adam Silver, comissário da NBA - GettyImages

A temporada 2019/2020 da NBA volta a partir do próximo dia 30 de julho. A reta final da liga será disputada no complexo esportivo da Disney, em Orlando. Apenas 22 equipes entram em quadra para a retomada da competição e a liga realiza várias fases de testes para o coronavírus.

No entanto, durante as partidas na volta do campeonato, a NBA vai suspender testes para drogas consideradas recreativas - como a maconha -, de acordo com o repórter especializado e analista da modalidade, Shams Charania. Segundo ele, um acordo foi feito entre a NBA e a NBPA (Associação Nacional dos Jogadores de basquete). Os testes que encontram substâncias potencializadores de performance continuam.

Os jogadores são proibidos de usar esteroides e outros agentes que podem potencializar seu desempenho em quadra. Além disso, não é permitido o uso de meta-anfetamina, MDMA, cocaína, opioides e maconha.

A NBA e a NBPA se uniram em um programa antidrogas em conjunto desde 1983. Comissário das duas associações, Adam Silver já declarou que está aberto a reexaminar a proibição da cannabis. No entanto, a opção deve acontecer na medida em que os estados dos EUA liberem seu uso recreativo e medicinal.

Anteriormente, Michele Roberts, diretora executiva da NBPA, também já havia afirmado que poderia existir uma mudança no posicionamento da liga sobre a cannabis já no fim de 2020. Michele faz parte o comitê de diretores da Crespo Labs (companhia baseada em Chicago e com operações e produtos recreativos e medicinais derivados da cannabis distribuídos em sete estados dos EUA) e sua chegada na empresa foi confirmada em 10 de junho.

“Com a sua experiência de liderar uma das mais importantes organizações de atletas e sua expertise como advogada e educadora, Michele vai trazer uma perspectiva única para o crescimento e a expansão desta indústria”, afirma o presidente executivo da Crespo Labs Tom Manning em comunicado.

No início de 2020, o ex-jogador Al Harrington usou a MLB (Liga Nacional de Baseball) como exemplo para citar que a liga baniu a cannabis de sua lista de substâncias proibidas. O ex-atleta defendeu que o uso controlado do CBD, psicoativo derivado da planta, pode ser favorável aos jogadores após os jogos.

Em fevereiro, Malik Monk, do Charlotte Hornets, foi suspenso após testar positivo para uma substância proibida não revelada. A suspensão foi revogada no início de junho.


5 itens de basquete para os amantes do esporte

1- Bola de Basquete Nike Dominate 8P Tamanho 7 - https://amzn.to/2JmU6Xs

2- Mini Tabela de Basquete Nba Los Angeles Lakers - https://amzn.to/2qG4UJr

3- Tênis Nike Air Zoom Generation Kings Rook Lebron James QS - https://amzn.to/2MJsAFo

4- Bolsa Fitness Fred Hard Basquete - https://amzn.to/36fzc6m

5- Testeira NBA Headband Nike - https://amzn.to/2BUvmSh

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!

NBA