Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Basquete / LUTO!

NBA: Bill Russell, lendário astro do Boston Celtics, morre aos 88 anos

NBA já viu um de seus maiores jogadores da história conquistando 11 anéis e cinco prêmios de MVP; notícia foi dada no perfil oficial do ex-jogador

Redação Publicado em 31/07/2022, às 14h59 - Atualizado às 15h40

Astro da NBA, Bill Russell - GettyImages
Astro da NBA, Bill Russell - GettyImages

A NBA perdeu neste domingo, 31, um dos melhores jogadores de toda a sua história. Bill Russell, lendário astro do Boston Celtics, que faturou 11 campeonatos e conquistou cinco prêmios de MVP, morreu hoje aos 88 anos. A notícia foi divulgada e confirmada por meio do perfil pessoal do ex-jogador nas redes sociais.

De acordo com o comunicado, Bill Russell faleceu pacificamente com a sua esposa, Jeannine, ao seu lado. "A esposa de Bill, Jeannine, e seus muitos amigos e familiares agradecem por manter Bill em suas orações. E esperamos que cada um de nós possa encontrar uma nova maneira de agir ou falar com o compromisso intransigente, digno e sempre construtivo de Bill com os princípios. Essa seria uma última e duradoura vitória para nosso amado camisa 6", informou.

Sendo considerado como o maior pivô defensivo da história da NBA, o ex-jogador fez com que o Boston Celtics virasse uma potência que levou oito títulos seguidos, de 1959 a 1966. Ao todo, foram 13 temporadas defendendo a equipe. Pela Seleção Americana, Bill conquistou uma medalha olímpica nos Jogos de 1956.

Dentro das quadras, ele foi um dos maiores jogadores da principal franquia de basquete do mundo, sendo o primeiro jogador afro-americano a conseguir chegar no status de super astro da NBA, além de ser o primeiro afro-americano a virar técnico na liga. Fora dos holofotes, Bill Russell foi um grande ativista na lutas contra o racismo, e por conta das conquistas no âmbito dos Direitos Civis, ganhou a Medalha Presidencial da Liberdade, dada por Obama em 2011.

"A compreensão de Bill sobre a luta é o que iluminou sua vida. Desde boicotar um jogo de exibição em 1961, para desmascarar a discriminação tolerada por muito tempo, até liderar o primeiro campo de basquete integrado do Mississippi no rastro inflamável do assassinato de Medgar Evans. Bill chamou a atenção para a injustiça com uma franqueza implacável", completou o comunicado.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!