Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Basquete » NBA

Como era o mundo na última vez em que Lebron e Curry não estavam nas finais?

A temporada de 2021 não contará com a presença dos dois craques nas finais, e a última vez que isso ocorreu foi em 2010!

Vinicius Barbosa de Lima Publicado em 08/06/2021, às 06h55

Lebron James sendo marcado por Stephen Curry nas finais entre Cleveland Cavaliers e  Golden State Wariorrs
Lebron James sendo marcado por Stephen Curry nas finais entre Cleveland Cavaliers e Golden State Wariorrs - Getty Images

Os playoffs de 2021 da NBA estão pegando fogo! Novos craques como Luka Doncic, Trae Young e Devin Booker vêm tendo o protagonismo, o timaço doBrooklyn Nets com Kevin Durant, Kyrie Irving e James Harden demonstrando que o investimento é para valer um título e franquias novas ou que permaneceram de fora da briga por um anel por um tempo, com chances de chegar às finais depois de muito tempo! 

Mas sem sombra de dúvidas a maior mudança da temporada atual para as últimas na década é a ausência nas finais de Lebron Jamese Stephen Curry. Os dois estiveram, tanto como adversários quanto separados, incessantemente nas finais desde 2011, quando James ainda estava no Miami Heat, enfrentando o Dallas Mavericks, e Curry começava a surgir como um grande jogador pelo Golden State Warriors. 

Sendo assim, a temporada de 2010 foi a última sem os dois como finalistas. Então, relembre como era o mundo nessa distante época! 

Saints no Super Bowl XLIV

Após o furacão Katrina, em 7 de fevereiro de 2010 ocorria o confronto entre os New Orleans Saints e Indianapolis Colts, para decidir o campeão da NFL na temporada 2009-2010. O time de Nova Orleans saiu vitorioso por um placar de 31-17, ganhando seu primeiro título. Eles foram para o intervalo perdendo por 10-6, mas voltaram a campo com um surpreendente onside kick. Drew Brees foi o MVP das finais no Sun Life Stadium, em Miami. 

Drew  Brees e Sean Payton com o troféu do Super Bowl XLIV - Créditos / Getty Images

 

Lebron trocava Cleveland por Miami

Com toda certeza, a transferência que mais abalou o mundo das quadras foi a ida de Lebron James para o Heat, formando um big 3 com Dwayne Wade e Chris Bosh. 'The Decision', como foi chamado pela mídia na época, atraiu todos os olhares e rendeu um evento pela ESPN,  onde James iria revelar sua decisão.

Estavam na briga pelo craque o New York Knicks, Chicago Bulls, Cleveland Cavaliers afim de reassinar, Miami Heat, New Jersey Nets e Los Angeles Clippers.  

Fãs do Miami Heat acompanham o evento 'The Decision' - Créditos / Getty Images

 

Copa do Mundo da África do Sul

Tsaminamina eh eh, Waka Waka eh eh... com toda certeza os fãs de futebol vão lembrar dessa letra! A Copa de 2010 foi marcante, tanto pelo carisma quanto pelo nível de jogo! A seleção espanhola, que tinha como base o Barcelona de Guardiola e o Real Madrid, foi campeã com um estilo de jogo encantador inspirada no "Tiki Taka", ou seja, no amplo domínio pela posse de bola. 

Iniesta marca o gol da vitória na final da Copa do Mundo de 2010 - Créditos / Getty Images

 

A Inter da Champions e o Inter da Libertadores

Na América, o campeão da glamurosa Copa Libertadores em 2010 era o Internacional de Porto Alegre, superando o Chivas Guadalajara, e tendo a coroação de melhor defesa, juntamente do São Paulo.

Já na Europa, a Internazionale de Milão de craques como Diego Milito, Samuel Eto'o, Javier Zanetti, Sneijder, entre outros,  e treinado por Jose Mourinho, superou o forte time do Bayern de Munique.

Ambos foram para o Mundial de Clubes da FIFA, mas o Inter brasileiro ficou pelo caminho, perdendo para o TP Mazembe do Congo. A Inter italiana enfrentou o time africano na final, e sagrou-se campeã vencendo por 3-0 no tempo regular. 

Internazionale de Milano campeã da UEFA Champions League em 2010 - Créditos / Getty Images

 

Lakers e Celtics nas finais

Como já mencionado, a última final da NBA sem Lebron e Curry não poderia ser mais emblemática: os dois maiores campeões da história da liga se encontraram em uma série que foi decidida no jogo 7.

Os Lakers tinham um grande time: uma dupla dinâmica de Kobe Bryant e o espanhol Pau Gasol, um elenco extremamente competitivo e um dos maiores treinadores da história do basquete, Phil Jackson. E ainda defendiam a coroa de campeão, buscando um back-to-back (segundo título em sequência).

Do outro lado, o BostonCeltics (que já havia levado a melhor sobre LA em outra final, no ano de 2008) tinha um trio amedrontador: KevinGarnett, PaulPierce e RayAllen, além do jovem armador Rajon Rondo. Como técnico, Doc Rivers buscava seu segundo título pela franquia, e caso vencesse os Lakers na segunda ocasião, iria ter um passo a frente da ferrenha rivalidade entre as equipes. 

Mas o palco foi de Kobe, que foi o MVP das finais na ocasião e venceu seu 5° título pela franquia de Los Angeles, se fixando na lista de lendas dos Lakers.

 

Kobe Bryant arremessando lance livre contra o Boston Celtics - Créditos / Getty Images

 

Bônus: O celular popular da época era... 

O Iphone 4! Sim, o celular que foi o primeiro celular da Apple para muitos, era o mais popular na última vez que não tinhamos o papai Lebron e o chef Curry nas finais da NBA... bateu uma nostalgia?


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!