Jogadores do Bayern que não se vacinaram são afastados


O Bayern de Munique resolveu afastar os jogadores que não se vacinaram contra a Covid-19 e se contaminaram com a doença. A contaminação faria com que alguns jogadores se ausentassem dos treinos por cerca de duas semanas.


Com a baixa taxa de vacinação na Alemanha, o Estado da Baviera teve que instaurar uma lei que permite que empresas multem funcionários que se ausentarem de suas obrigações no trabalho por se contaminarem com a covid-19 após não se vacinarem.


Com isso, o Bayern de Munique optou por afastar e não pagar parte do salário de atletas que perderem  treinos após se contaminarem com o novo coronavírus. A informação inicial é do jornal 'Bild', da Alemanha.


Ainda segundo o jornal, já existem cinco jogadores afastados sendo que, entre eles, está Joshua Kimmich. O coringa bávaro optou por não se vacinar e, recentemente, contraiu a doença que assolou o mundo. 


Além de perder o confronto contra o Augsburg, na última sexta-feira, 19 de novembro, o volante também perderá o confronto de sua equipe pela Champions League, contra o Dínamo de Kyiv, e deixará de receber cerca de 780 mil de euros, ou R$ 5 milhões.


texto: 
Redação SportBuzz
EDIÇÃO:
VInicius lopes 
créditos:
getty images e tenor